MP da Paraíba abre investigação sobre ação da polícia que resultou na morte de oito pessoas

Soldado da PM foi morto durante troca de tiros em PE, bandidos fugiram para PB (Foto: Reprodução/WhatsApp)

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) abriu procedimento na quinta-feira (4) para averiguar a morte de oito suspeitos em confronto com a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), em uma ação que buscava localizar os envolvidos na morte de um soldado da PM na cidade de Santa Cruz do Capibaribe.

LEIA TAMBÉM:

Polícia da Paraíba confirma oito mortes em operação conjunta com a polícia de Pernambuco

Seis homens e duas mulheres morreram na terça-feira (2), entre Barra de São Miguel e Riacho de Santo Antônio, na Paraíba. A intenção do MPPB é avaliar “as condições em que ocorreu a operação”. Em contrapartida, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) afirmou que não irá interferir, já que o caso não aconteceu no Estado.

A Corregedoria da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS), responsável por averiguar e reprimir eventuais abusos policiais, afirma que “aguardará a conclusão do inquérito da Polícia Civil de Pernambuco para, a partir das investigações, avaliar se é cabível a abertura de procedimento disciplinar”.

O Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares (Gajop) celebrou a iniciativa do MPPB e pediu, caso seja comprovado excesso, punição aos responsáveis. Por fim a Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE) salientou que “a criminalidade não vai ser resolvido com a morte de pessoas, e sim com a redução da impunidade”.

(Com informações do Diário de Pernambuco).

Deixe uma resposta