Músicas do cantor Aldair Playboy são alvos de críticas de vereadores

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A apresentação do cantor Aldair Playboy no São João de Petrolina na noite da quarta-feira (20) e as músicas apresentadas no show de ontem não agradaram aos vereadores da Casa Plínio Amorim. As letras de baixo calão, denegrindo a mulher apresentavam cunho machista e foram desaprovadas pelos edis.

O debate foi iniciado pelo vereador Gilmar Santos (PT) que entregou uma cópia de uma música aos colegas de Câmara, suscitando a um grande debate. “Me digam se essa Casa aqui não tem a obrigação de fazer denúncias, como pode fechar a boca quando o conteúdo não produz cultura”, disse Gilmar.

Osinaldo Souza se mostrou crítico, tendo chamado o show de “imoralidade”. Outro a questionar a apresentação com o dinheiro público foi Cícero Freire (PR). “Nós temos que estar vigilantes para cortar o cachê desse artista”, disse o edil. Gabriel Menezes (PSL) seguiu os companheiros e endureceu as críticas ao Poder Executivo por permitir uma apresentação paga com o dinheiro do povo.

Maria Elena (PRTB), ex-secretária de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE) no governo de Miguel Coelho disse a Gilmar que o atual representante da pasta, Emício Júnior, tome providências quanto à essa postura do músico.

“Eu queria que o dinheiro público fosse respeitado e eu tenho certeza de que o prefeito Miguel Coelho e o secretário Emício vão respeitar o contrato, inclusive fazendo cumprir o parágrafo único do projeto [Lei Antibaixaria] que proíbe por dois anos esse cantor de se apresentar na cidade”, argumentou.

Deixe uma resposta