Na Bahia, PRF deflagra operação Festejos Juninos 2016

Polícia rodoviária vai intensificar a fiscalização neste são joão. (Foto: Arquivo)

Polícia rodoviária vai intensificar a fiscalização neste são joão. (Foto: Arquivo)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) desenvolve entre os dias 23/06 (quinta-feira) e 26/06 (domingo) a Operação Festejos Juninos 2016. Durante esta operação, os policiais rodoviários federais reforçarão trechos estratégicos nas rodovias federais que cortam o estado. A operação faz parte do calendário de comandos especiais desenvolvidos com o objetivo de aumentar a fiscalização e a vigilância policial nos feriados prolongados, visando a impedir que a elevação do fluxo de veículos possa contribuir para ocorrências de acidentes graves, além de implementar as ações de policiamento para repressão à criminalidade.


No Nordeste, as festas juninas são festejos intensamente comemorados, em que tradicionalmente três santos católicos são homenageados no âmbito profano e religioso: Santo Antônio, São João e São Pedro. Na Bahia, o período junino é considerado uma das maiores festas regionais do Brasil e principal evento de interiorização do turismo. Em razão da dimensão do evento, todos os anos a PRF monta uma Operação com o objetivo de reforçar a presença e a fiscalização nos locais com aumento considerável no fluxo de veículos, e também de orientar o trânsito nos acessos a eventos, públicos ou privados, que causem impacto significativo nas rodovias federais.  


Para a Operação Festejos Juninos 2016, a PRF terá reforço no policiamento com Grupos de Operações Especiais e Motopoliciamento. Com o objetivo maior de prevenção contra acidentes de trânsito, salvaguardando a integridade das pessoas, a PRF montará um esquema especial, reforçando as rodovias federais, principalmente nos trechos onde haverá intensa movimentação de veículos.
Neste esquema especial da operação, a fiscalização de embriaguez nas rodovias federais poderá acontecer a qualquer momento e durante qualquer abordagem em que haja suspeita por parte do PRF fiscalizador. É importante lembrar que, após as mudanças na Lei Seca, não existe mais tolerância para a quantidade de álcool no organismo de quem dirige. Qualquer traço etílico verificado é suficiente para o motorista pagar uma multa de R$ 1.915,40, ter a carteira suspensa e ser impedido de seguir viagem.


Os policiais contarão ainda com o auxílio de etilômetros e radares tipo portáteis e fotográficos, dentre outros equipamentos, além das viaturas operacionais, viaturas de resgate, posto móvel e motocicletas, operando em motopoliciamento.
Em toda a Bahia, além do patrulhamento ostensivo, a PRF tem intensificado as ações preventivas, como exemplo a realização da Operação Curral Cheio. Desde 1º de janeiro deste ano até o dia 15/06, a PRF já havia retirado 1.529 animais soltos que estavam à margem de rodovias, pondo em risco a integridade das pessoas em todo estado.

Deixe uma resposta