“Não me interessa se vou perder voto. Estou votando com minha consciência” diz vereador sobre projeto de regularização Fundiária

zé-batista2

Mais um vereador de Petrolina, Sertão pernambucano, é contrário a aprovação do Projeto de Lei 031/2015. Na sessão desta quinta-feira (17),  José Batista da Gama (PDT), foi categórico em afirmar que não votará a favor do Projeto de Regularização Fundiária do jeito que está. O vereador ainda acusa que a tramitação deste projeto apenas agora na Casa Plínio Amorim, tem sim, visionado as eleições municipais que se aproximam.

“Sou frontalmente contra o projeto, doa a quem doer. É um projeto totalmente eleitoreiro. Tiveram sete anos para resolver essa situação, porque vieram resolver na boca de outra eleição? Porque tem interesse naturalmente em eleger o seu mandatário. Não me interessa se vou perder voto. Estou votando com minha consciência” diz o vereador.

José Batista não acredita que haverá benefício na aprovação do projeto, pois segundo ele, já existe na área com empreendimentos com construções, de mais de 200 m², e que não seriam famílias apenas as beneficiadas. O vereador ainda acusa de falta de clareza no PL.

“Se porventura fosse um projeto transparente, com os lotes dimensionados e o nome das pessoas, eu iria pensar com carinho. Mas da forma que está? Para beneficiar uns pouco e prejudicar a sociedade? Eu não vou votar nesse projeto” afirma.

Ao justificar o motivo de não votar na aprovação do projeto, José Batista da Gama deixa transparecer mais uma vez, que a insatisfação maior, é com a falta de informações solicitadas pela então comissão presidida pelo vereador Pérsio Antunes (PV) e acusa o Executivo.

“Até hoje o prefeito não atendeu os pedidos da Comissão de Justiça e Redação. Se não atendeu, é porque alguma coisa está nebulosa, alguma coisa está errada e eu vou pelos caminhos das leis” denuncia.

Deixe uma resposta