“Não renunciarei. Sei o que fiz”, diz Temer

(Foto: Arquivo)

Durante pronunciamento, o presidente Michel Temer (PMDB) foi enfático ao revelar que não vai renunciar ao seu cargo. Temer ainda afirmou, nesta tarde (18) que o seu governo, teve durante esta semana, seu melhor e seu pior momento.

Durante a declaração, Temer afirmou que a declaração só foi possível neste momento porque antes tentou conhecer o conteúdo dos documentos. Mas até agora não conseguiu. Sobre as conversas gravadas o presidente, acredita que pode agravar a crise.

“Conversas gravadas clandestinamente trouxeram de volta o fantasma da crise política. E todo o esforço de tirar o país da crise pode se tornar inútil”, declarou.

Temer nega as acusações e afirma que, em nenhum momento, autorizou pagamentos “a quem quer que seja” para ficar calado. “Não comprei o silêncio de ninguém”, diz afirmando que não teme nenhuma delação e não tem nada a esconder.

Deixe uma resposta