“Não vencer fora de casa é um incômodo”, afirma Gallo

Para o técnico Alexandre Gallo, o fraco desempenho longe de Pernambuco atrapalha a equipe na Segundona/Foto: Bobby Fabisak

Para o técnico Alexandre Gallo, o fraco desempenho longe de Pernambuco atrapalha a equipe na Segundona/Foto: Bobby Fabisak

Mesmo não estando entre os quatro primeiros colocados, o Náutico realiza uma boa campanha nas seis primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro da Série B com três vitórias, duas derrotas e um empate. No entanto, uma situação tem atrapalhado a equipe no início da competição: os jogos fora de casa. O Timbu só conquistou apenas um ponto em três partidas que disputou como visitante.

Para o técnico Alexandre Gallo, o fraco desempenho longe de Pernambuco atrapalha a equipe na Segundona. No entanto, ele minimiza os resultados negativos por causa de problemas externos que o time precisou enfrentar.

“Não vencer fora de casa é um incômodo. É preciso vencer sempre em todas as partidas. Porém, não analisamos apenas os resultados. É preciso observar os problemas de logística, o time heterogêneo fisicamente e os reforços que acabaram de chegar”, disse o treinador.

O atacante Bergson admitiu a necessidade de vencer os jogos na casa dos adversários. Ele ainda declarou apenas os jogadores podem mudar essas panorama. “Apesar de ser o começo do campeonato. Sabemos que precisamos do resultado positivo. É claro que isso nos persegue cada vez mais quando vamos jogar fora. Mas só nos jogadores podemos mudar esse retrospecto”, afirmou o jogador.

Com informações do Blog do Torcedor

 

Deixe uma resposta