Náutico busca primeira vitória na Série B diante do Vila Nova

Como só teve um dia para treinar a equipe antes do confronto contra o Vila Nova, o técnico Alexandre Gallo deve repetir a escalação contra o time goiano, mas vai aguardar o posicionamento do departamento médico do clube/Foto:JC Imagem

Como só teve um dia para treinar a equipe antes do confronto contra o Vila Nova, o técnico Alexandre Gallo deve repetir a escalação contra o time goiano, mas vai aguardar o posicionamento do departamento médico do clube/Foto:JC Imagem

Depois de iniciar a Série B com uma derrota para o Criciúma, o Náutico entra em campo hoje, às 21h30, contra o Vila Nova, na Arena PE, com a obrigação de conquistar os três pontos para não desgarrar do pelotão de frente já no início da competição.

“Sabemos que foi ruim estrear com uma derrota. Poderíamos pelo menos ter saído de campo com um empate. Se deixarmos de somar pontos nas partidas vamos ficar para trás e depois fica difícil de chegar no grupo de cima. Temos ciência que precisamos reverter já amanhã (hoje) e uma vitória já nos leva para a parte de cima da tabela”, disse Rodrigo Souza.

Como só teve um dia para treinar a equipe antes do confronto contra o Vila Nova, o técnico Alexandre Gallo deve repetir a escalação contra o time goiano, mas vai aguardar o posicionamento do departamento médico do clube, já que alguns jogadores sentiram o desgaste da partida de estreia na Segundona.

“Temos um esboço do time, mas o nosso departamento médico ainda tem detalhes em relação a alguns atletas que sentiram problemas na última partida, por isso estamos esperando essa definição até amanhã (hoje)”, comentou Gallo, que também fez questão de pedir paciência ao torcedor nesse início de competição. “Estamos em um momento de transição. Uma equipe que joga junto há bastante tempo tem oscilação, imagina a nossa que só teve sete treinos. Ainda precisamos equacionar alguns problemas no aspecto físico, pois temos um grupo heterogêneo na parte física e ainda não conseguimos nivelar”, explicou.

Diante da falta de tempo para treinar e ajustar a equipe, o comandante alvirrubro vai seguir com uma proposta de jogo “feijão com arroz”, sem muita invenção dentro de campo.

“Continuamos no sistema de atuar da maneira mais simples possível. Ser o mais objetivo e prático em campo. Temos de tirar do atleta a coisa mais básica, além de usar a Arena a nosso favor para podermos vencer.”

Porém, quem espera o Vila marcando atrás do meio de campo e esperando o Náutico tomar a iniciativa da partida, pode se surpreender. Isso porque o técnico Rogério Mancini deve mandar a campo uma equipe mais ofensiva para garantir a segunda vitória na Segundona – o time goiano estreou vencendo o Bragantino por 3×1.

O treinador do Tigrão vai manter o mesmo time da última partida, com apenas uma alteração: o atacante Leandrinho ganhou a posição do meia Dudu. A intenção de Rogério é de que o Vila Nova possa fazer melhor a marcação alta na saída de bola do timbu.

Com informações do JC Online

Deixe uma resposta