Náutico vence Bragantino por 2 x 0 e termina em quinto lugar na Série B do Brasileirão

dal-pozzo2Na batalha do desânimo, venceu o Náutico, que fecha a Série B de 2015 como quinto colocado. No duelo travado contra o Bragantino, fora de casa, neste sábado (28), o time pernambucano venceu por 2×0. A vitória deixa o Náutico na quinta posição, com 63 pontos, enquanto o Bragantino cai para sexto, ficando com 60.

A partida foi marcada pela falta de perspectivas dos dois times, que não tinham mais chances do acesso para a primeira divisão. Na rodada anterior, na semana passada, Santa Cruz, Vitória-BA e América-MG já tinham carimbado o passaporte para a elite do Campeonato Brasileiro de 2016. Sem chances, Náutico e Bragantino disputavam o quinto lugar.

O Náutico foi mais ofensivo e conseguiu ser mais eficiente na maior parte do jogo. O time de Gilmar Dal Pozzo conseguiu botar pressão e aos 10 minutos do primeiro tempo marcou em cima do Bragantino com gol de Daniel Morais. Após abrir o placar, a luta foi para evitar o marasmo. Os dois clubes fizeram lances perigosos aos 30 minutos, mas o primeiro tempo terminou mesmo com o placar de 1×0.

No segundo tempo, novo fôlego alvirrubro. No meio de campo do timbu, Filipe Souto entra no lugar do Niel. Aos 26 minutos da partida, o atacante Bruno Alves substitui Hiltinho. De tanto tentar dar ritmo de jogo, o Náutico consegue marcar mais um aos 48 minutos do segundo tempo. Guilherme Biteco marcou e garantiu o 2×0 para o clube alvirrubro.

O FUTURO

Para o Náutico, a sensação ainda é de forte frustração. A equipe chegou a figurar no G4 da Série B no decorrer da programação, inclusive na reta final, mas deixou escapar as oportunidades. Fica a uma vaga da classificação e com o sentimento de “quase”. Agora as atenções se voltam para a escolha do novo presidente do clube, em eleições a serem realizadas no próximo dia 13. Edno Melo (pela situação) e Marcos Freitas (pela oposição) disputam o posto do desgastado presidente Glauber Vasconcelos. O Náutico completa em 2016 um total de 12 anos sem vencer nenhum título de relevância, inclusive o do Campeonato Pernambucano. (FONTE: NE10)

Deixe uma resposta