Obra de urbanização no Distrito Mandacaru está em ritmo acelerado

Sessenta por cento da obra já está concluída./ Foto: divulgação

Sessenta por cento da obra já está concluída./ Foto: divulgação

A obra de urbanização, pavimentação e paisagismo, realizada pela Prefeitura de Juazeiro (BA), no Distrito Mandacaru, está em ritmo acelerado e já está com 60% dos serviços concluídos. Orçada em pouco mais de R$ 1,6 mi a obra é custeada com recursos do município e vai beneficiar o acesso principal da vila.

Serão realizados serviços de pavimentação asfáltica, calçadas, implantação de 3 calçadões em piso intertravado, academia ao ar livre, área de vivência, quadra de areia com alambrado e arquibancada, parques infantis, pista de Cooper, gradil na extensão do canal em toda a área urbanizada, iluminação, bancos, lixeiras e plantio de árvores.  

“Estamos com 60% da obra pronta, já executamos toda a terraplanagem e imprimação da área que receberá a pavimentação asfáltica e concluímos os serviços de implantação de meio fio, linha d’água, calçadas, implantação de tubulação para a rede elétrica. Agora estamos executando o assentamento do piso em intertravado que está bastante adiantado, na próxima semana iniciaremos a colocação das bases para implantação dos postes de iluminação”, explica o encarregado da obra, Valdir Dias.

Para o aposentado José Ferreira, a obra está transformando a entrada da vila, local onde mora. “Está ficando diferente, estou contando os dias para que a obra seja concluída ver tudo pronto. Aqui antes só tinha as casas mesmo. Agora vamos ter praça, iluminação, um espaço para podermos sentar e conversar com os vizinhos. Vai ficar melhor”, ressalta o aposentado.

Já a técnica em enfermagem, Valquíria Barbosa, também moradora do distrito, vê a intervenção como a chegada de uma nova opção de lazer para a comunidade. “Isso aqui vai melhorar muito. Antes ao redor do canal era propício para lixo e mato. Agora com os calçadões e todos os equipamentos que vão ser colocados vai ficar ótimo. Vamos ganhar o espaço de lazer que o nosso distrito não tinha”, declara a moradora.

Com informações de Ascom

Deixe uma resposta