Palestra sobre prevenção do câncer de mama é realizada em Juazeiro

De 2007 até hoje, cerca de 111.400 mamografias foram realizadas gratuitamente. Desse total, 470 casos de câncer de mama foram detectados./ Ascom

De 2007 até hoje, cerca de 111.400 mamografias foram realizadas gratuitamente. Desse total, 470 casos de câncer de mama foram detectados./ Ascom

Em alusão ao Movimento Outubro Rosa (que simboliza a prevenção nacional do câncer de mama), a Secretaria da Saúde de Juazeiro promoveu na manhã desta terça-feira (11), uma palestra educativa e informativa sobre o câncer de mama aos médicos da rede de atenção básica, no auditório da secretaria. A palestra foi ministrada pela médica do Hospital Materno Infantil, Dra Fabíola Ribeiro.

O objetivo da palestra foi conversar com médicos da Atenção Básica para fortalecer e informar ao paciente sobre a importância da prevenção do câncer de mama e colo do útero, seu diagnóstico precoce e ainda a necessidade de realizar o autoexame de mama.

O médico da unidade do distrito de Pinhões, Lúcio Emanoel destacou a importância do assunto. “Mesmo que já saibamos sobre a doença, é sempre relevante conversarmos sobre o assunto e trocar experiências sobre pacientes. Acredito que esse mês de outubro é mais para sensibilizar a população sobre a doença e a importância da prevenção. Como médicos, temos o papel de orientá-los. Foi uma manhã muito proveitosa e enriquecedora para todos os profissionais”, disse Lucio.

A palestrante e médica do Hospital Materno Infantil, Dra Fabíola Ribeiro avaliou o encontro de forma positiva. “É sempre importante falar sobre o assunto. Hoje tive a oportunidade de conversar com os médicos que estão próximo dos usuários, nos bairros e distritos e pode orientar bem essas mulheres a realizar o autoexame e a mamografia, de suma importância para o diagnóstico precoce. Por isso, é necessária uma campanha de prevenção. O quanto antes detectarmos a doença, mais chances de cura temos”, explicou.

Sobre o Câncer de Mama

O câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve na mama como consequência de alterações genéticas em algum conjunto de células da mama, que passam a se dividir descontroladamente.

A maioria dos tumores da mama, quando iniciais, não apresenta sintomas. Caso o tumor já esteja perceptível ao toque do dedo, é sinal de que ele tem cerca de 1 cm³ – o que já uma lesão muito grande. Por isso é importante fazer os exames preventivos na idade adequada, antes do aparecimento de qualquer sintoma do câncer de mama.

De 2007 até hoje, cerca de 111.400 mamografias foram realizadas gratuitamente. Desse total, 470 casos de câncer de mama foram detectados. Somente em 2016, entre janeiro e setembro, 10 mil mamografias foram feitas e 53 casos diagnosticados. Todos os procedimentos feitos pelo Instituto contam com aparelhos digitais.

Deixe uma resposta