Pernambuco: homem embriagado provoca acidente com duas vítimas fatais e quatro feridos

A embriaguez no volante fez mais vítimas nesse final de semana. Um grave acidente na noite desse domingo (26), na Zona Norte do Recife, causou a morte de duas mulheres e deixou outras quatro pessoas feridas – sendo duas crianças que foram socorrida para o Hospital da Restauração em situação extremamente crítica.

A colisão entre os dois carros aconteceu no cruzamento da Avenida Rosa e Silva com a Rua Padre Roma, no bairro da Tamarineira, por volta das 19h30 deste domingo (26). João Victor Ribeiro de Oliveira, 26 anos, estudante, estava alcoolizado e colidiu com um carro que seguia com uma família. Ele sofreu apenas ferimentos leves e foi levado à Central de Flagrantes. No local, foi confirmado o nível de alcoolismo de 1,03 mg/l.

Jovem que causou acidente teve ferimentos leves. (Foto: Internet)

Em depoimento prestado na Terceira Delegacia de Plantão da capital, no bairro de Santo Amaro, o estudante de Engenharia disse ser dependente químico e não lembrar do que aconteceu.

As duas mulheres ainda foram levadas para o HR, mas chegaram sem vida. A mãe, a servidora do Poder Judiciário Maria Emília Guimarães, de 39 anos, e a babá Roseana Maria de Brito Souza, de 23 anos, natural de Aliança, na Mata Norte, e que estava grávida, não resistiram aos ferimentos causados pelo acidente.

A menina Marcela Guimarães Motta Silveira, de sete anos, sofreu traumatismo craniano e está internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, no Recife. Os primeiros cuidados prestados pelos médicos foram para equilibrar os sinais vitais da garota e, então, submetê-la a uma cirurgia.

O menino, Miguel Neto, de quatro anos e o pai estão internados no Hospital Santa Joana, no bairro das Graças, também no Recife. A criança sofreu traumatismo craniano e tem estado de saúde considerado crítico. O pai, Miguel Filho, 46, sofreu traumatismo torácico e quebrou várias costelas e vértebras, mas não corre risco de morte.

De acordo com testemunhas, o Ford Fusion estava em alta velocidade no momento da colisão – quando cruzava a Avenida Rosa e Silva. O choque entre os veículos resultou ao capotamento da Toyota RAV4, que bateu com o poste na esquina e atingiu parte da mureta de um prédio.

Deixe uma resposta