Pernambuco: morcego raro começa a se alimentar de sangue humano no interior do estado

(Foto: Internet)

Após a realização de uma pesquisa, o Departamento de Zoologia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) constatou que uma espécie rara de morcego passou a se alimentar de sangue humano no Parque Nacional de Catimbau, que fica menos de 40 km do município de Arcoverde (PE).

O morcego-vampiro-das-pernas-peludos, Diphylla ecaudata, era catalogado pelos cientistas como um mamífero que e alimentava apenas de sangue de animais. “Temos o primeiro registro do consumo de sangue humano pela espécie desse morcego vampiro”, afirmou o professor Enrico Bernard, do departamento de Zoologia da UFPE.

De acordo com o estudo realizado, a causa da mudança de comportamento do morcego é a falta de alimento para a espécie. “A questão ecológica é porque temos um morcego que se alimentava de aves de grande porte que foram extintas pela caça. Agora o animal se alimenta de sangue de galinhas e humanos. Esse bicho está se adaptando a uma nova realidade”, complementou Enrico.

Contudo, o professor alerta que a população local não precisa entrar em pânico, mas que deve tomar cuidados, já que o animal é um dos transmissores da doença da raiva, um vírus que mata praticamente 100% dos infectados. “Se for dormir ao ar livre, procure proteção, de preferência uma tela contra mosquitos para evitar também a mordida do morcego. Caso seja mordido, procure um posto de saúde para receber a vacina antirrábica”, finalizou.

Deixe uma resposta