Pernambuco registra dois anos consecutivos de redução de homicídios

Paulo Câmara fala sobre ações para redução da violência no estado.

Em evento realizado na manhã dessa terça-feira (17), em Recife, o governador Paulo Câmara apresentou um balanço dos índices de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) ocorridos nos últimos dois anos em Pernambuco. Em queda há 24 meses consecutivos, os CVLIs tiveram, em novembro de 2019, a maior redução registrada entre os meses de novembro desde 2013, com 297 casos.

Comparando com o período de 24 meses anteriores, de dezembro de 2015 a novembro de 2017, a queda é de 21,45%. Ou seja, uma redução de 2.115 crimes contra a vida em dois anos. O balanço revelou ainda que neste novembro somente um caso feminicídio foi notificado, representando o menor índice do ano. O quantitativo demonstra uma redução de 80% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram registrados cinco casos.

“Estamos mostrando que, mesmo em um cenário adverso de crise econômica e social por que passa o País, é possível continuar a reduzir a violência. Apostamos no trabalho integrado entre os órgãos de segurança, os órgãos de prevenção e a população pernambucana. É com esse símbolo de trabalho e determinação que vamos continuar nessa trajetória”, declarou o governador. Só em 2019, o orçamento total destinado pelo Governo de Pernambuco para a segurança pública foi de R$ 4,7 bilhões.

O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, destacou que a diminuição dos índices é consequência de um trabalho estratégico e contínuo. “Essa redução se iniciou em novembro de 2017, quando muita gente apostava que o Pacto Pela Vida não conseguiria alcançar mais resultados positivos. Mas naquele momento o governador foi muito determinado, e hoje vemos o resultado nesses meses de redução”, disse.

“Nós temos trabalhado diariamente para que Pernambuco possa ter um resultado ainda melhor em 2020. Não vamos perder o foco na redução. Já estamos finalizando uma academia para a Polícia Civil, serão mais de 400 agentes contratados no início de 2020. Além disso, mais de 500 Policiais Militares, que se formam agora no final de dezembro, serão integrados às fileiras da Polícia Militar em janeiro de 2020”, finalizou Pádua.

Deixe uma resposta