Pesquisa é lançada pela OAB-PE para mapear perfil da advocacia feminina

(Foto: Internet)

As advogadas irão responder questões a respeito de discriminação na profissão por ser mulher. (Foto: Internet)

A Comissão da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil, secção Pernambuco, realizará uma pesquisa para colaborar na elaboração do Plano Estadual de Valorização da Advogada Mulher. O objetivo é mapear o perfil das advogadas pernambucanas. As advogadas têm até o dia 5 de agosto para responder à pesquisa.

As advogadas irão responder questões a respeito de discriminação na profissão por ser mulher, assédio moral ou sexual no ambiente de trabalho e dificuldade em gozar licença maternidade, por exemplo. O questionário pode ser acessado pela plataforma digital Recorte digital (http://recortedigital.oabpe.org.br/).

A presidente da Comissão da Mulher da OAB-Petrolina, a advogada Ingrid Almeida afirmou que “é muito importante que as advogadas desta subseccional respondam ao questionário, visto que através dos resultados identificaremos as principais demandas que poderiam contar com a intervenção e/ou contribuição da Comissão da Mulher Advogada no Vale do São Francisco”.

Com informações do ASCOM

Deixe uma resposta