Petrolina Futebol Clube lamenta morte de atleta na Ilha do Fogo, em Petrolina

(Foto: Divulgação)

O jovem Roberto de Lucas Souza Santos, de 23 anos, conhecido como Heré, ex-atleta do Petrolina Social Futebol Clube, morreu vítima de afogamento no Rio São Francisco, mais precisamente na Ilha do Fogo, em Petrolina (PE), na tarde dessa quinta-feira (13).

A vítima, que estava participando dos treinos de avaliação para retornar a equipe, saiu do treino e foi até a Ilha para tomar banho no Velho Chico. Contudo, após um mergulho, o jovem desapareceu. O Corpo de Bombeiros foi acionado e realizaram buscas no local. O corpo do atleta foi encontrado momentos depois.

O jovem morava no bairro Piranga II, em Juazeiro (BA). O corpo foi removido pelo Instituto de Medicina Legal (IML) de Petrolina.

Luto no Petrolina Social Futebol Clube

Nas redes sociais, o clube afirmou estar de luto. Segundo o Petrolina, Heré era conhecido por ser um grande atleta, honesto, um meia/volante de muito talento e um rapaz que prezava muito por sua família. O clube emitiu nota de pesar pelo falecimento do atleta.

O atleta que já jogou pela Fera Sertaneja sob o comando do técnico Neco (2015) e foi junto ao treinador para o Timbaúba, voltou para o Vale do São Francisco por causa de sua família e na tentativa de retornar ao elenco do Petrolina.

Atualmente Heré participava do grupo de atletas que passavam pelos treinos de avaliação física e técnica para, se avaliado positivamente, compor futuramente a equipe que será comandada pelo técnico Andrade.

Na manhã desta quinta-feira o jogador participou do treinamento no estádio municipal Paulo Coelho em Petrolina e, segundo informações, na volta para casa decidiu fazer uma parada com mais alguns amigos para fazer fotos no rio São Francisco onde aconteceu o lamentável desfecho.

O corpo foi encaminhado para o IML e a causa da morte será divulgada posteriormente por meio das investigações que seguirão.

Sobre o enterro e velório maiores informações serão passadas pelos familiares.

O clube lamenta imensamente a perda irreparável da família do jovem atleta. Que todos que admiravam o Heré Barril encontrem o conforto para amenizar esta dor

Deixe uma resposta