Petrolina ganhará espaço estratégico para acolhimento de moradores de rua

(Foto: Ilustração/Internet)

Com capacidade de atender mais de 100 pessoas por dia, um novo espaço para acolhimento de moradores de rua entra em funcionamento, em Petrolina. O equipamento será inaugurado nesta quarta-feira (19) pelo prefeito Miguel Coelho, a partir das 9h, na Rua Padre Fraga nº 395, centro.

O Centro de Referência Especializado Para a População de Rua (Centro Pop) deixa o prédio localizado na Rua Riachuelo, bairro Palhinhas, e passa a atender à população de rua no novo endereço na área central da cidade.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Kátia Carvalho, o funcionamento da nova casa vai possibilitar a ampliação do atendimento devido à localização estratégica do equipamento.

“Todos sabem que a grande maioria dos moradores de rua fica justamente aqui no centro da cidade, então com este espaço aqui mais perto destas pessoas nós teremos condições de atendê-las com mais eficiência. Sem falar que o novo espaço também fica próximo do Restaurante Popular o que vai possibilitar melhor acolhimento à população em situação de rua”, destaca.

Centro Pop

No centro de referência, as pessoas em situação de rua podem receber serviços de assistência social, cursos de artesanato, reciclagem, além de orientação sobre retirada de documentos pessoais.  O equipamento também oferece café da manhã aos usuários e faz encaminhamento para que os mesmos possam receber almoço e jantar no Restaurante Popular.

O local, que funciona de segunda a sexta-feira das 7h às 17h, também oferece serviços como cadastramento para o programa Bolsa Família e orientação para a recuperação de dependentes químicos, caso seja necessário.

4 Comentários

  • RIVALDO VELOSO XAVIER

    18 de julho de 2017 at 20:41

    Que os usuários possam dar mais valor nesse trabalho.respeitando a visinhança,os funcionários e que um dia possam deixar o assistencialismo para uma vida melhor,com um trabalho,uma família,uma vida que DEUS quer que ele tenha. parabéns pelo trabalho.

    Responder
  • francisco de assis salvador

    18 de julho de 2017 at 22:04

    sou totalmente contra o assistencialismo que vcs fazem.principalmente dando o bolsa familia aos usuários que sustentam seus vícios.invista na recuperação de cada um nao em alimentar essa vida desgraçada que eles levam . daqui uns dias ninguem mais vai conseuir andar em petrolina, vai virar uma verdadeira cracolandia.eles tem onde comer cartao bolsa familia nas maos e ainda roubam a população.

    Responder

Deixe uma resposta