Petrolina participa do Dia do Desafio nesta quarta com programação no Parque Josepha Coelho

Dia do Desafio_291I

Com o objetivo de despertar o interesse das pessoas pela prática de esportes e atividades física, por meio de uma competição entre cidades, o Dia do Desafio em Pernambuco será movimentado nesta quarta-feira (25), com apoio do Sesc. Nesse dia, o público de todas as idades participam de atividades variadas como caminhada, corrida, pedalada, dança ou atividades recreativas, se envolvendo em uma competição saudável.

No Estado, 25 municípios estão participando da iniciativa. São eles: Araripina, Arcoverde, Belo Jardim, Bodocó, Buíque, Camaragibe, Casinhas, Dormentes, Garanhuns, Goiana, Ipubi, João Alfredo, Lagoa Grande, Ouricuri, Paudalho, Pesqueira, Petrolina, Saloá, Santa Cruz da Baixa Verde, São Lourenço da Mata, Serra Talhada, Surubim, Triunfo, Tupanatinga e Vertente do Lério. Uma central telefônica estará funcionando das 0h às 21h, através do número 0800 321 1688 para receber os registros de pessoas, grupos, associações e empresas.

O resultado da competição sai em dois dias e ganha o município que conseguir o maior percentual de participação, em relação ao número de habitantes, em pelo menos 15 minutos, de uma atividade física ou esportiva.

Programação:

 Em Petrolina, o Dia do Desafio começa no Parque Josefa Coelho e passa pela Orla, pelas Avenidas Ulisses Guimarães e Integração, principais pontos de caminhada e corrida.

No Sertão, em Arcoverde, entre as atividades, a ação contará com corrida, futebol, aeróbica e vôlei de areia.

A programação completa do Dia do Desafio em cada cidade pode ser conferida no www.sesc-pe.com.br.

Dia do Desafio – O projeto foi criado no Canadá, e há oito anos é realizado no Estado. Tem como objetivo despertar o interesse das pessoas pela prática de esportes e atividades físicas, por meio de uma competição entre cidades. Desde 2013, o projeto também tornou-se uma das ações da Campanha Move Brasil, que pretende ampliar o número de praticantes de esportes e atividades físicas no país, até 2016.

Deixe uma resposta