Petrolina sediará a 6ª Conferência Nacional das Cidades

petrolina112anos5

A Conferência Nacional das Cidades acontece em três etapas a nível municipal, estadual e nacional. Este ano, o objetivo é que seja discutido e provocada a compreensão acerca do conceito de “função social da cidade e da propriedade”.

O Conselho Municipal da Cidade se reuniu na última quinta-feira (16) para os ajustes finais referentes a programação da etapa municipal da 6ª Conferência Nacional das Cidades, que acontecerá em Petrolina nos dias 28, 29 e 30 deste mês.

O evento, que este ano discutirá sobre a “Função Social da Cidade e da Propriedade”, terá início no dia 28 às 19h30, no auditório da Facape.

Nos dias 29 e 30, a programação será extensa, dividida em palestras, grupos de debates, apresentação de propostas, eleições para delegados e conselheiros municipais.

Confira a programação completa:

1º Dia (28/06)

19h30 Cerimônia de Abertura

 

2º Dia (29/06)

7h30 – 10h Credenciamento

8h – 9h Leitura do Regimento e Aprovação

9h – 9h40 Palestra “A cidade que temos”

9h40 -10h Intervalo

10h – 10h40 Palestra “Plano Diretor e Função Social da cidade”

10h40 – 11h20 Palestra “A cidade que queremos”

11h20 – 12h Abertura para inscrição de perguntas e falas

12h -13h30 Almoço

13h30 – 15h30 Divisão dos grupos de debate em quatro salas com temas distintos

15h30 – Intervalo

15h45 – 17h30 Discussão e elaboração de propostas

17h30 Encerramento do dia com repasse de informes

 

3º Dia (30/06)

8h Apresentação e debate das propostas elaboradas pelos grupos

10h30 – 11h Intervalo

11h-12h Informe: quantidade de delegados para Conferência estadual e quantidade de Conselheiros Municipais a serem eleitos

12h-13h30 Almoço

13h30 Reunião em salas por segmento para eleição dos delegados

15h Apresentação dos eleitos na plenária

16h Encerramento com apresentação de informes e entrega de certificados.

A Conferência Nacional das Cidades acontece em três etapas a nível municipal, estadual e nacional. Este ano, o objetivo é que seja discutido e provocada a compreensão acerca do conceito de “função social da cidade e da propriedade”.

Vale ressaltar a importância de encontros e debates como este, em que os diversos segmentos da sociedade possam propor juntos soluções que promovam a função social da propriedade no direito à habitação, regularização fundiária, mobilidade e acessibilidade, saneamento ambiental, planejamento e gestão do solo urbano, e, consequentemente, uma gestão democrática.

Por isso a Conferência é pública e acessível a todos os cidadãos e cidadãs petrolinenses. Todos os resultados obtidos nestes três dias de encontro serão levados à Recife, para a etapa estadual e, por fim, a Brasília em junho do próximo ano.

Deixe uma resposta