Petrolina: Vereador Ronaldo Silva ataca Gilmar Santos durante sessão extraordinária na Câmara de Vereadores

Ronaldo Silva voltou a lembrar de ato de Gilmar em não cumprimentar a família Coelho durante diplomação. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Durante a sessão extraordinária na Câmara Municipal de Petrolina (PE), nesta quinta-feira (19), o vereador Ronaldo Silva (PSDB) atacou o parlamentar Gilmar Santos (PT) após se mostrar solidário com o fato que envolveu Cristina Costa e Manoel da Acosap. Ao tratar do assunto, Ronaldo aproveitou para relembrar o ato de Gilmar em negar o cumprimento à família Coelho durante a diplomação de vereadores e prefeito da cidade.

“Eu quero me solidarizar com minha amiga Cristina Costa pelo que aconteceu e me solidarizar também ao companheiro Manoel da Acosap. E quero dizer que é claro que não podemos aceitar a violência de forma alguma. Mas me admira muito quando o vereador Gilmar Santos vai para essa tribuna ser solidário, dizer que é contra a violência. Mas violência pior, vereador, foi o que Vossa Excelência fez na diplomação, com a sua falta de educação e respeito com o povo. Isso é que é violência”.

Em um tom mais ameno, Gilmar Santos criticou a atitude de Ronaldo em comparar uma agressão à mulher com um protesto político e pacífico. “É equivocado o vereador confundir uma agressão física a uma mulher com um protesto político e pacífico. Não é possível fazer essa comparação. Nosso debate hoje é especial para discutir a reforma administrativa”.

O petista classificou o discurso do vereador como “apelativo” e afirmou que esse tipo de atitude é mais uma oportunidade de aparecer do que aprofundar a discussão de interesse público.

“Esses discursos apelativos acaba sendo uma oportunidade mais de aparecer do que propriamente de aprofundar tecnicamente o debate público. Não interessa ao público o nível da baixaria, não interessa ao público aumentar o tom de voz para agredir o colega. Interessa ao público discutir política pública”.

Um Comentário

  • Sempre Atento

    20 de janeiro de 2017 at 09:48

    Ronaldo Silva quando era oposição só não chamava o senhor Fernando Bezerra de santo, mais dizia na tribuna que ele tinha vendido o lixão do José e Maria 2 vezes,dizia que o river shopping pertencia ao senhor Fernando o Ibis hotel tudo construído em área pública,agora tá preocupado porque o vereador não quis pegar na mão dos caras,a mão é dele ele pega na mão de quem quiser e pronto,deve tá ganhando muita coisa pra defender deste jeito.

    Responder

Deixe uma resposta