PF faz operação na sede do PSL de Minas Gerais

(Foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)

Equipes da Polícia Federal estão na sede do PSL de Minas Gerais na manhã dessa segunda-feira (29), para apurar suspeitas de irregularidades na aplicação de recursos em campanhas eleitorais de candidatas do partido no Estado.

As investigações fazem parte da “Operação Sufrágio Ostentação”, deflagrada hoje. Foram apreendidos documentos sobre a produção de material gráfico de campanhas eleitorais. A PF cumpriu sete mandados de busca e apreensão expedidos pela 26ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte.

A assessoria de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE/MG) informou que o processo tramita em segredo de Justiça e não pode fornecer informações a respeito da Operação.

O suposto esquema de corrupção tem o nome do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio no centro das atenções. Ele é suspeito de patrocinar um esquema de candidaturas laranjas durante a campanha de 2018, fato negado por ele. (Com informações de O Estado de MG e Valor Econômico).

Deixe uma resposta