Pipeiros deixam de abastecer em Belém do São Francisco por falta de pagamento

reunião-pipeiros-prefeito, foto Didi Galvão

Quem pensava que o atraso de pagamento era um privilégio só na rotina dos motoristas que conduzem os carros pipa em Petrolina (PE) se enganou, em Belém do São Francisco os trabalhadores que abastecem a zona rural do município com água resolveram cruzar os braços na espera do sonhado pagamento do Governo do Estado.

Em buscar de uma solução para o problema, no último sábado (19), o prefeito de Belém do São Francisco, Gustavo Caribé (PSB) esteve em reunião com os pipeiros e o chefe do IPA do município. Ele decidiu tomar algumas medidas para manter o fornecimento de água aos moradores da zona rural, na expectativa que o Governo de Pernambuco regularize a situação dos contratos.

Entre as providências tomadas pelo chefe do executivo está a liberação de combustível para o abastecimento dos veículos, enquanto a situação dos pagamentos atrasados não é regularizada pelo Estado, além da recuperação da estrada central do Riacho Pequeno, que é a rota mais utilizada.

15 carros-pipas do Estado são responsáveis para suprir as necessidades de 348 famílias, o que ainda é pouco para saciar a sede dos sertanejos de Belém.

Deixe uma resposta