Polêmica: vereador quer fim do recesso, instalação de ponto eletrônico e redução em 50% no subsídio dos vereadores

GEDSC DIGITAL CAMERA

Vereador Ronaldo Silva (PSDB)

Após conseguir aprovar projeto de sua autoria que muda para 08:00 horas da manhã o horário de realização das sessões na Câmara Municipal de Petrolina,  o vereador Ronaldo Silva (PSDB) está propondo novos temas polêmicas na Casa Plínio Amorim. Em entrevista ao programa Tribuna Livre, rádio Grande Rio AM, o edil afirmou defender o fim do recesso parlamentar do meio do ano a redução do subsídio dos vereadores em 50%, saindo de R$ 12.000,00 (doze mil reais) para R$ 6.000,00 (seis mil reais) e ainda a colocação de relógio de ponto para monitorar a frequência dos vereadores. “Se agora com o horário à noite alguns vereadores chegam atrasados imagine a partir das 8 horas da manhã,  qualquer trabalhador comum não tem um ponto eletrônico por que não então os vereadores?, questionou.

Sobre o fim do recesso do meio do ano Ronaldo informou que quem tem que ter recesso no meio do ano são os alunos que passam 5 horas em sala de aula enquanto tem vereador que sequer anda na Câmara. “Você conta nos dedos quantos vereadores andam na câmara todos dias, portanto, não justifica dois recessos por ano” , enfatizou.

Deixe uma resposta