Polícia Civil prende acusado de matar policial em Juazeiro

A Polícia Civil (PC), em conjunto com a Polícia Militar (PM), conseguiu elucidar a autoria do latrocínio – que vitimou o sargento da reserva da PM, Givaldo Araújo de Almeida – e prender um dos autores do crime nesta terça-feira (26).

As equipe da PC colheram e analisaram imagens, além de colher informações com testemunhas.

Após a localização da motocicleta usada no crime, e consequente identificação do proprietário, os policiais conseguiram imagens do furto da moto e, portanto, identificação dos autores.

LEIA TAMBÉM

Policial militar é baleado e morto em Juazeiro

Segundo um dos acusados, Israel Alves, a motocicleta usada para o crime havia ficado em posse de Eriscleiton Siqueira, de 19 anos, que teria comentado que iria fazer “uma boa” na segunda-feira (25). Na madrugada da terça-feira (26) – quando o sargento foi vítima do latrocínio -, Eriscleiton teria chamado Israel para realizar um roubo, mas ele não teria ido.

Eriscleiton estava com a motocicleta há quatro dias, conforme informado pelos seus dois companheiros de casa, ambos soldados do Exército. Na residência foi localizado um revólver cal. 38, municiado com 05 cartuchos intactos, além de três aparelhos celulares. Todos foram conduzidos ao plantão de Juazeiro para formalização do Auto de Prisão em Flagrante.

Participaram das diligências com o apoio necessário a Polícia Militar da Bahia e de Pernambuco e a Polícia Civil de Pernambuco.

Deixe uma resposta