Polícia rodoviária e prefeitura traçam estratégias para reduzir animais soltos nas estradas de Juazeiro (BA)

Reunião busca de animais Juá

De acordo com o executivo juazeirense no mês de janeiro desse ano 67 apreensões de animais soltos em vias urbanas foram registradas em Juazeiro, no norte da Bahia e para reduzir esse quadro nesta segunda-feira (22) uma reunião entre o secretário Agenor Souza, o Diretor de Fiscalização, Péricles de Jesus e a Assessora Técnica Jurídica, Elaine Borges e o Inspetor Chefe da Polícia Rodoviária Federal, Magnum Guanaes debateu o assunto.

Na reunião ficou encaminhado a importância da parceria entre os órgãos públicos para o recolhimento de animais em vias urbanas e também de rodovias estaduais e federais.  Em um levantamento realizado pela PRF, entre 2010 e 2015 foram registrados 235 acidentes envolvendo animais nas pistas. Destes, 87 pessoas ficaram levemente feridas, 22 ficaram em estado grave e oito pessoas perderam a vida.

A Policia Rodoviária Estadual da 4ª Companhia de Juazeiro registrou entre janeiro de 2013 a 22 de fevereiro deste ano um total de 85 acidentes envolvendo animais na pista, com 93 veículos envolvidos onde 9 pessoas ficaram gravemente feridas e outras perderam a vida.

Segundo o Inspetor Guanaes, esses dados são das pessoas que registram o ocorrido. Esse número ainda é bem maior quando os danos são apenas materiais. “Vamos trabalhar na apreensão e destinação desses animais”, informou Guanaes.

O custo de um acidente por pessoa é destinado da seguinte maneira: sem vitima o custo é de R$ 16.840 reais; quando tem vítima (feridos) o valor é de R$ 86.032, mas quando tem fatalidade (morte) o valor é de R$ 418.341 por indivíduo.  Esses valores foram levantados com base em cuidados com a saúde (pré e pós hospitalares), remoção, translado e também com a perda de produção.

Os animais aprendidos são retirados da área urbana e direcionados para a área rural. “Os proprietários que deixarem seus animais soltos nas vias sofrerão multa. Pedimos a colaboração da população para quando identificarem animais como jumentos, cavalos e mulas soltos, informarem a SEMAOP pelo telefone 3612-3574 para que eles não venham ocasionar mais acidentes na cidade”, informou Agenor Souza.

Deixe uma resposta