‘Por enquanto está tudo suspenso’, diz governador do Pernambuco sobre festas

O governador do Pernambuco, Paulo Câmara, rechaçou a ideia de realizar grandes festas enquanto a situação da pandemia no estado não estiver controlada. A declaração foi feita um dia após o estado atingir a marca de 100 mil casos do novo coronavírus.

“Enquanto o isolamento social for necessário, não podemos falar de grandes festas. Vamos ter que esperar momento mais adequado. Por enquanto tudo está suspenso.”

Ele diz que o monitoramento da doença é feito de maneira diária pelo comitê de crise do estado e que a confirmação da festa ou seu cancelamento terá que esperar.

Situação no interior

Apesar de o Pernambuco ter atingido a triste marca de seis dígitos de casos de Covid-19, Câmara diz que a situação no estado está “administrada”.

“Aproveitamos que o vírus demorou para chegar no interior e montamos leitos em Caruaru, Petrolina e outras cidades do interior. Quando o vírus começou a crescer no sertão e agreste, as estruturas de saúde estavam reforçadas,” disse o governador.

“Pacientes do interior, hoje, conseguem ser atendidos sem precisar realizar grandes deslocamento.”

Julho foi o mês com menos óbitos no estado desde maio. A ocupação de leitos de UTI em Pernambuco atualmente é de 64%.

Deixe uma resposta