Por falta de vagas, pais protestam em escola no bairro Rio Corrente

56f6cf32-c5a9-46c7-9f2d-c996bb6230c9

Pais, mães e responsáveis legais protestam, neste momento, por falta de vaga na Escola Estadual Simão Durando, localizada no bairro Rio Corrente, em Petrolina, sertão do estado de Pernambuco. Para garantir a vaga dos filhos, Jacqueson Oliveira, teve que se sacrificar, virou a noite na fila para ter certeza que os filhos teriam onde estudar. “Nós tivemos que acampar aqui, desde a madrugada do sábado. Passei a madruga do sábado para o domingo na fila, pois esse é uma escola de referência. Ficamos sabendo que o ensino é muito bom” afirma.

 381f85cd-4169-467e-8600-acd4635a7e2b

De acordo com o pai, há pessoas de vários bairros vizinhos, que procurando o melhor colégio e mais próximo da residência, tem tentado vaga. “Investiram no sistema de habitação, mas não investiram no de educação. O pessoal de Nova Petrolina vem para cá tentar matricular o filho no bairro Rio corrente e ficam ai, frustrados” diz.

9be9ee44-21e7-4beb-8385-bc9675cab44c

Adriana Maria Leite de Souza, dormiu na fila e reclama que o poder público não tem acompanhado a demanda populacional e a falta de investimento para atender aos moradores da região. “Os bairros Rio Corrente e Cohab VI cresceram, mas escola não” conta.

Segundo informações apuradas por nossa reportagem, na escola os turnos da manhã de 6º e 7º ano e da tarde, 8º ano não encontram vaga. Já os turnos da noite, no 1º, 2º e 3º ano do Ensino Médio, ainda há vagas.

Deixe uma resposta