Pré-candidato ao governo de Pernambuco pelo o PT, Odacy Amorim já “costura” uma possível candidatura a deputado federal

Odacy Amorim, deputado estadual – PT. (Foto: Blog Waldiney Passos)

O deputado estadual de Petrolina (PE), Odacy Amorim (PT), ainda não desistiu de ser candidato ao governo de Pernambuco, mas já admite uma possível candidatura a deputado federal.

Em conversa com a equipe deste blog, nesta quinta-feira (19), Odacy informou que embora ele esteja pleiteando a candidatura ao governo do estado, o projeto do PT para o atual deputado estadual, é que ele concorra a uma cadeira na Câmara Federal.

“O partido tem missões. Já me pediram que eu deveria não mais sair candidato a deputado estadual. É colocado o projeto de candidato ao governo e a construção é dentro da majoritária para governador. Caso nesse caminho, o partido venha optar por outro nome, aí nós estaremos escalado conforme a missão do partido, pra deputado federal”, afirmou o Odacy.

LEIA TAMBÉM

Nome de candidato a governador pelo PT deve ser decidido em maio

Enquete mostra disputa entre Fernando, Odacy e Júlio Lossio na preferência do internauta para governador do estado

Odacy Amorim afirmou também, que o partido dos trabalhadores tem estimulado a candidatura de sua esposa Dulcicleide Amorim a deputada estadual, também pelo o PT. Ele garante que não é um pleito familiar.

“Não é um projeto familiar. A nossa ideia é formar um grupo político em Petrolina, coisa que nós temos tido dificuldade. Em 2010 eu caminhei com um deputado federal e não pude contar com ele em 2012. 2014 caminhei com outro e não foi possível ter uma boa composição em 2016. Inclusive, em 2016 saindo duas candidaturas a prefeitura e acabamos entregando a prefeitura a outro grupo. Então, nós estamos conscientes que precisamos formatar um projeto, porque também temos dificuldade de apoiar pessoas que estão indo para o congresso, mas quando chega no congresso não houve a base”, justificou o deputado.

A decisão sobre o nome do PT ao governo do estado, ou uma possível coligação com o PSB do atual governador, deverá ser tomada no dia 12 de maio, em um congresso do partido que acontecerá em Recife. Até lá, muita água ainda deve rolar em baixo dessa “ponte”.

O blog está com uma enquete com a seguinte pergunta: Quem você prefere como candidato a governador pelo PT em Pernambuco? Acesse e vote.

Deixe uma resposta