Prefeitura de Petrolina afirma que as contas do municípios já estão desbloqueadas

(Foto: internet)

(Foto: internet)

As contas do município de Petrolina (PE) foram bloqueadas pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco por falta de pagamento de precatória, que é a falta de pagamento de débitos judiciais. De acordo com a assessoria da PMP, o débito foi adquirido na gestão do ex-prefeito e atual senador, Fernando Bezerra Coelho (PSB).

Confira nota completa:

A Prefeitura de Petrolina informa que as contas do município já foram desbloqueadas pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE). O bloqueio foi decorrente de um débito adquirido com a empresa CM Machado, durante a gestão do ex-prefeito Fernando Bezerra Coelho. Tal débito foi revertido em precatório, que vinha sendo pago mensalmente pela atual gestão no valor de R$400 mil. Uma determinação judicial do STF duplicou esse valor para R$800 mil/ mês. Para quitação do débito, o TJ-PE bloqueou as contas municipais para a retenção de 2 milhões e 270 mil, referentes ao valor do débito da gestão. Após a quitação, as contas públicas municipais foram regularizadas.

A gestão municipal destaca ainda que não constam outros débitos com a Justiça e que  fornecedores estão sendo pagos em dia. A folha de pagamento dos servidores, do mês de novembro, foi antecipada e a Prefeitura está adimplente com as contas  públicas.

Deixe uma resposta