Prefeitura de Petrolina afirma que preparativos para São João seguem sem alteração

(Foto: Arquivo)

Depois de o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendar a suspensão do São João 2018, a Prefeitura de Petrolina emitiu uma nota oficial, alegando que não acatará a sugestão do promotor Carlan Carlo da Silva. Na Recomendação nº 03/2018, o promotor afirmou que devido à instabilidade criada pela greve dos caminhoneiros, não seria o momento certo para a realização da festa.

LEIA TAMBÉM:

São João de Petrolina: Ministério Público do estado recomenda suspensão da festa

Na nota a Prefeitura alega que na terça-feira (5), o prefeito Miguel Coelho revogou o estado de emergência decretado no último dia 28 de maio. Diante disso, não cabe à gestão “acatar a recomendação”, tendo em vista a importância da festividade para a economia local.

O texto afirma ainda que os preparativos seguem a programação normal, com os shows no Pátio Ana das Carrancas entre 15 e 23 de junho. Vale ressaltar que o documento apresentado pelo MPPE é apenas uma orientação e cabe ao Poder Executivo segui-lo ou não.

Confira a íntegra da nota:

A prefeitura informa que o ‘São João de Petrolina’ continua sendo estruturado, sem quaisquer alterações no planejamento, a fim de se manter como o maior e mais forte do Brasil. O evento segue agendado para o período de 15 a 23 de junho deste ano, da mesma forma que todos os outros festejos juninos que integram a programação oficial do município, como Jecana, Concurso de Sanfoneiros e a Corrida dos Namorados, entre outros.

Nesta terça-feira (5), o prefeito Miguel Coelho publicou no Diário Oficial do Município a revogação do Decreto n° 040/2018, que declarou situação de emergência em Petrolina no dia 28 de maio devido à crise dos combustíveis, e portanto, não caberia à gestão acatar a recomendação n° 03/2018 do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), que trata sobre ações relacionadas ao enfrentamento dos transtornos decorrentes do movimento de paralisação nos serviços de transporte rodoviário’. Ao mesmo tempo, a Prefeitura de Petrolina reforça o respeito e a confiança nas instituições que compõem o Poder Judiciário.

A prefeitura informa ainda que, desde o início da greve, estabeleceu um plano de contingenciamento e criou um Comitê Gestor, conseguindo diminuir consideravelmente os transtornos causados durante e após a paralisação. Além disso, reforça que os serviços já estão normalizados no município.

Vale ressaltar ainda que o São João de Petrolina tem grande relevância para a economia local. Só neste período, mais de R$ 200 milhões são injetados na economia da cidade, gerando cerca de 9 mil empregos diretos e indiretos, uma vez que 84% dos estabelecimentos comerciais contratam novos funcionários. Além disso, a rede hoteleira atinge 100% de ocupação dos cerca de 2 mil leitos disponíveis no município. Dessa forma, o ‘São João de Petrolina’ se configura como o maior evento realizado pelo poder público municipal, garantindo retorno financeiro para a cidade e novas oportunidades de cultura, lazer e entretenimento.

Deixe uma resposta