Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Prefeitura de Petrolina inicia trâmites para criação de faculdade de Medicina na Facape

Antônio Habbib, presidente da Facape, e Miguel Coelho, prefeito de Petrolina.

Petrolina deve contar com a primeira faculdade municipal de Medicina de Pernambuco até 2020. O primeiro passo para isso será dado na próxima semana, quando o projeto pedagógico do curso será entregue no Conselho Estadual de Educação.

Os detalhes de todo o processo foram discutidos, nesta quarta-feira (12), entre o prefeito Miguel Coelho e Antonio Habib, presidente da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape), autarquia que abrigará o novo curso.

A proposta da nova entidade de ensino é oferecer entre 50 e 60 vagas em uma turma anual. Todos esses estudantes terão formação com um perfil voltado para o atendimento na saúde básica para serem absorvidos, inclusive, na rede municipal.

De acordo com Miguel, a Prefeitura pretende também criar um programa para utilizar os estudantes e profissionais nos postos de saúde do município. “Vamos destinar um investimento importante para a criação desse curso e queremos que esses futuros médicos trabalhem na rede municipal pelo menos um ano, ampliando a oferta de mão de obra de qualidade e melhorando o atendimento ao povo de Petrolina”, explica o gestor.

Segundo o presidente da Facape, o projeto pedagógico deve ser entregue já na próxima segunda-feira (17) ao Conselho de Educação. Após a aprovação, a Facape iniciará junto com a prefeitura a construção de laboratórios, salas de aula e a aquisição de equipamentos para estruturar o curso.

“Já visitei autarquias municipais com o curso de Medicina em outros estados e Petrolina será a primeira cidade de Pernambuco a ter uma faculdade dessa municipalizada. Existe a possibilidade de lançarmos o vestibular para o segundo semestre de 2019, mas nossa meta mais segura é conseguir abrir as vagas em 2020”, detalha Habib.

Deixe uma resposta