Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Prefeitura intensifica  ações para mapear e resgatar moradores de rua em Petrolina

(Foto: ASCOM)

Equipes do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP) estão percorrendo locais estratégicos como região central da cidade, terminal rodoviário, além de espaços turísticos e praças que servem de abrigo para esses grupos para cadastrar e resgatar pessoas em situação de rua.

Segundo o Centro Pop, existem mais de 300 pessoas cadastradas vivendo em situação de rua. A maioria é do sexo masculino, com idade entre 18 e 72 anos, naturais de outros estados como Minas Gerais, Bahia e Ceará. Quando questionados porque foram parar nas ruas de Petrolina (PE), muitos destacam os conflitos familiares, vício em drogas, alcoolismo e até mesmo, falta de oportunidade de emprego na terra natal.

“Nossa missão diária é acolher essas pessoas em situação de vulnerabilidade, entender porque chegaram a essa situação e tentar reinseri-las no seio de suas famílias e na sociedade de modo geral. Estamos intensificando nossas ações para garantir isso”, afirma a supervisora do Centro Pop, Lilian Cavalcanti.

O Centro Pop é coordenado pela Secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, mantido com recursos do Governo Federal, com uma contra partida da prefeitura. Entre os serviços oferecidos, além do acolhimento, estão o café da manhã e tickets de refeição para o almoço e janta no Restaurante Popular de Petrolina.

O espaço oferece ainda guarda de pertences, higiene pessoal, alimentação, acesso à documentação civil, atendimento com psicólogos e assistentes sociais e jurídicos. Além de localização das famílias dos assistidos e encaminhamento para recâmbio.

O Centro Pop funciona de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h. O espaço fica localizado na Rua Padre Fraga, nº 395, Centro de Petrolina. Telefone para contato: 3983 1016.

Deixe uma resposta