Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Prefeitura vai apoiar às comemorações ao centenário da igreja Assembleia de Deus em Petrolina

(Foto: ASCOM)

Em um encontro realizado nesta sexta-feira (23), representantes da Igreja Evangélica Assembleia de Deus e funcionários da Prefeitura de Petrolina (PE), discutiram a logística necessária para a realização de um dos eventos que vão comemorar o centenário da congregação no Brasil.

Entre os sete polos regionais, as comemorações começaram em outubro de 2017 no Recife, agora passam por Petrolina e terminam em outubro deste ano na Arena Pernambuco, também na capital do estado.

Marcada para o dia 10 de março, no Pátio de Eventos Ana das Carrancas, a celebração tem a expectativa de reunir 25 mil pessoas, incluindo 240 ônibus com caravanas de toda a região.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Eduardo Carvalho, presente na reunião e representando o prefeito Miguel Coelho, ouviu as demandas e garantiu o apoio da prefeitura para a realização das comemorações.

Além do processo necessário para o licenciamento do evento, também foi discutida a colaboração dos diversos entes municipais, como o Sistema Integrado de Segurança Pública, com a Guarda Civil Municipal, a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) e o Disciplinamento Urbano, além da atuação das equipes de manutenção e limpeza urbana e Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS).

Durante o encontro, o secretário Eduardo Carvalho, antecipadamente, parabenizou à Assembleia de Deus pelo centenário ao mesmo tempo em que reforçou o compromisso do município em ajudar nas comemorações.

“Estamos falando de um evento que terá grandes proporções e que vai exigir um grande esforço do poder público para que tudo transcorra da melhor forma, sem transtornos para a população petrolinense, que certamente também vai abraçar os irmãos assembleianos neste momento histórico”, destaca Carvalho.

Deixe uma resposta