Preocupada com incidência de Peste Suína Clássica, ADAB realiza palestra em Casa Nova 

(Foto: Ilustração)

No dia 10 de maio, será realizada uma palestra sobre a situação de Alerta Sanitário para a Peste Suína Clássica (PSC) nos municípios de divisa com os Estados de Pernambuco e Piauí, às 9h, na sede da Colônia dos Pescadores de Casa Nova (BA).

A palestra é promovida pela Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), que vem acompanhando com preocupação a incidência da PSC que ameaça o municípios da região, já que os mesmo faze fronteira com Pernambuco e Piauí.

O Secretário de Agricultura de Casa Nova, Pedrinho da Vanda, reforçar o convite aos produtores e esclarece que a PSC não tem risco de contaminação para humanos. “Queremos todos lá. Casa Nova é zona livre da PSC, porém Pernambuco e Piauí, ainda são consideradas zonas de risco. Temos limites com estes estados, temos barreiras montadas na divisa, mas de nada adianta se o nosso produtor não se conscientizar e se mobilizar.”

“Já discutimos esta questão anteriormente em reuniões nas comunidades e agora partimos para conscientizar e mobilizar todos os produtores do município. Casa Nova é um grande produtor de proteína animal, com o maior rebanho de caprinos e ovinos do Brasil, tem uma produção excelente de suínos, que abastece o mercado regional e não podemos correr o risco de barreiras que dificultem a comercialização de nossa produção pecuária”, completa.

O que é a PSC

A Peste suína clássica (PSC), também conhecida como febre suína ou cólera dos porcos, é uma doença altamente contagiosa e frequentemente fatal dos suínos. Atualmente, algumas das áreas ou países mais importantes na produção de suínos são livres de PSC, mas apesar dos esforços para sua erradicação, a doença permanece endêmica ou recorrente em outras áreas.

A manifestação clínica depende da idade do animal e da virulência da cepa viral envolvida. A taxa de mortalidade pode atingir 90% em animais jovens, enquanto que em suínos mais velhos a doença pode ter manifestação discreta ou mesmo ser subclínica. Os sinais clínicos iniciais incluem depressão e febre alta (41oC/106oF), associados com leucopenia severa (a contagem total de leucócitos pode estar abaixo de 4.000/mm3).

A maioria das vacinas atenuadas baseia-se na amostra chinesa do vírus da PSC. Estas vacinas são atualmente utilizadas no mundo todo e induz altos títulos de anticorpos neutralizantes, além de ser segura para o uso em animais gestantes. A principal restrição à vacinação com vacinas atenuadas, como a amostra chinesa, é que não é possível a distinção entre anticorpos vacinais e aqueles induzidos por infecção natural.

Deixe uma resposta