Presidente da Compesa explica constante falta d’água na região do bairro Terras do Sul, em Petrolina

(Foto: Internet)

Alvo de diversas reclamações da população petrolinense, o frequente problema de falta d’água nos bairros próximos ao Terras do Sul parece ter se aproximado de uma solução. O presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Roberto Tavares, falou sobre as causas do problema e sobre as ações da companhia para resolver o caso.

“Nós tínhamos um desequilíbrio ainda lá na região do Terras do Sul. Houve uma mudança na barragem de Sobradinho na liberação de água. Vários peixes morreram, tivemos que colocar uma tela imensa para que os peixes não chegassem à nossa capacitação. Ou seja, tivemos que dar uma parada no nosso sistema para solucionar esse outro problema. Quando acontece uma parada como essa, desequilibra um pouco o sistema”, explicou.

Além disso, Tavares afirmou que tem notado uma diminuição significativa nas reclamações dos moradores da cidade sobre o serviço prestado pela Compesa. De acordo com o presidente da companhia, as reclamações que aparecem são mais pontuais, e não generalizadas, como acontecia antes. “Estive na cidade, conversei com a imprensa e percebemos que não temos mais aquelas reclamações generalizadas. As reclamações são pontuais”, disse.

 Tarifa social

O presidente da Compesa aproveitou para falar sobre a “Tarifa Social”, que possibilita àqueles que fazem parte de algum programa social do governo uma redução no custo da taxa de água e a isenção da tarifa de esgoto.

“Pernambuco é o único estado em que a pessoa que se cadastra na tarifa social, que participa de algum programa social, paga a menor taxa de água, que é de R$ 7,98, e tem isenção na tarifa de esgoto”.

Deixe uma resposta