Professora da UNIVASF vai ministrar curso no Projeto #CulturaEmRedeSescPE

O curso “Deslocamento Inerte” acontecerá de 14 de setembro a 8 de outubro,  propondo diversos exercícios de criação utilizando desenhos e aquarelas. O objetivo é democratizar o acesso ao conhecimento teórico/prático das produções criativas nas artes visuais através de aulas virtuais e das técnicas, poéticas e teorias dos processos de criação.

As aulas serão ministradas por meio de vídeo aulas pela professora Morgana Caroline, licenciada em Artes Visuais pela Universidade Federal do Vale do São Francisco – UNIVASF, ela trabalha com desenho e aquarela tratando de temáticas de diversidade e o hibridismo na composição de imagens.

As inscrições podem ser feitas através do link: https://docs.google.com/forms/d/1SEog5sz7JOHrrUvMGJveZLp-H0-lEMQ6zggipKRTuVI/viewform?edit_requested=true. O investimento é de R$30 para o público em geral. Trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, e seus dependentes, têm desconto e pagam R$15.  Para se inscrever é necessário ter a partir de 12 anos de idade.

O Sesc Pernambuco está com inscrições abertas também para a oficina “Afroficção”. A programação terá início no dia 14 de setembro, e faz parte do #CulturaEmRedeSescPE, que reúne 161 projetos em uma programação virtual que segue até o mês de novembro.

A oficina “Afroficção” é um espaço que mescla a reflexão acerca da representação dos corpos racializados no Cinema e no Audiovisual ao longo da história e da exposição de pesquisa curatorial, que consiste em filmes que tecem comentários sobre a realidade racial brasileira e internacional no que diz respeito à produção fílmica.

As vídeo aulas serão ministradas de 14 a 19 de setembro pela pesquisadora de ficção e estudante de Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal de Pernambuco, Anti Ribeiro. As inscrições podem ser feitas por meio do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeSfzaLoCzEseucrrcb59XvOBe-9CAxksiqqP_3Wr_1-AEGQQ/viewform, e custam R$30 para o público em geral e R$15 para trabalhadores do comércio e seus dependentes. Podem se inscrever jovens a partir de 16 anos.

O #CulturaEmRedeSescPE  surgiu do comprometimento do Sesc com o incentivo, fomento e difusão das produções culturais, especialmente em um momento de fragilidade do setor. A chamada pública, aberta em maio deste ano, selecionou, por meio de uma curadoria que avaliou mais de mil proposições, 161 projetos locais, que para compor a programação virtual que teve início no mês de julho e prossegue até novembro.

Elas integram as linguagens de artes cênicas (57), literatura (23), artes visuais (25), música (31) e audiovisual (25), e as atividades se diluem em cursos, aulas, oficinas, palestras, conversas, pesquisas, podcasts, performances, apresentação de espetáculos e exibição de vídeos.

As transmissões, alguns com taxa de inscriçãoe a maioria gratuita, vão acontecer nos canais digitais do Sesc no Instagram, Youtube, Facebook, nas plataformas de streamSpotify, Deezer e SoundCloud e nos perfis dos artistas e produtores selecionados. A programação completa está disponível no site do Sesc Pernambuco (https://www.sescpe.org.br/).

Deixe uma resposta