Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Professor Moisés Almeida, da UPE Campus Petrolina, é o novo vice-presidente do Sindicato dos Professores da Universidade de Pernambuco

(Foto: ASCOM)

Professor e ex-diretor da UPE Campus Petrolina, Moisés Almeida (de camisa azul), foi empossado como novo vice-presidente do Sindicato dos Professores da Universidade de Pernambuco na última quarta-feira (6), em solenidade realizada em Recife.

A cerimônia lotou o auditório da entidade e contou com a participação de vários segmentos de representação dos trabalhadores e trabalhadoras de Pernambuco, entre eles: Paulo Rocha (Vice-Presidente da Central Única dos Trabalhadores-PE (CUT-PE), Aderaldo Alexandrino (2º Vice-presidente da Regional Nordeste II do ANDES-SN), Augusto Barreto (Presidente da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pernambuco-ADUFEPE), Erika Suruagy (Presidente da Associação dos Docentes da Universidade Federal Rural de Pernambuco – ADUFERPE), Érico Alves (Presidente do Sindicato dos Servidores da Universidade de Pernambuco-SINDUPE) e Maria Bernadete Antunes (Presidente da Comissão Eleitoral).

Após ser saudado pelos integrantes da mesa, o presidente eleito Luiz Oscar Cardoso Ferreira falou em nome dos demais diretores. Em seu discurso, o dirigente reconheceu não ser uma tarefa fácil assumir um sindicato neste momento vivido pelo país. “Mas quando vejo o espírito de luta nos rostos dos meus companheiros a minha disposição se renova”. Referindo-se à Universidade de Pernambuco, Luiz Oscar argumentou que a instituição de ensino é cobiçada pelos jovens, reconhecida pela população, mas desprezada pelos sucessivos governos, na medida em que esses não a colocam entre as prioridades, que ferem a sua autonomia e não a financiam como deveriam.

A nova diretoria conta com integrantes do interior do Estado de Pernambuco e pela primeira vez, um representa do Campus da UPE Petrolina assume a vice-presidência da entidade. O Professor Moisés Almeida que assume esse cargo, disse que essa diretoria estará mais atenta as demandas do interior e a associação será fortalecida com as lutas que são empreendidas pelo Campus em Petrolina.

Como primeira ação da Diretoria para o interior, Moisés Almeida já anunciou a contratação de um advogado do município, que estará a disposição dos docentes filiados em suas demandas institucionais. Além de Petrolina, estão representado na Diretoria, os Campi de Garanhuns e da região Metropolitana. O mandato dos atuais dirigentes segue até maio de 2020.

Deixe uma resposta