Professores das universidade estaduais da Bahia protestam e paralisam atividades por 24h

A paralisação nas universidades ocorrem em protesto ao “reajuste zero” do servidor público no estado e à redução no orçamento da universidades. Foto: internet

Na Bahia nesta terça-feira(24), os professores das universidades estaduais (Uneb), de Santa Cruz (Uesc) e do Sudoeste Baiano (Uesb),  insatisfeitos com a falta de reajuste nos salários e  e à redução no orçamento da universidades, resolveram paralisar suas atividades por 24h.

Em várias cidades do Estado foram feitas bloqueando pistas e usando faixas com dizeres: “Contra os ataques do governo Ruim Corta”, ironizam os manifestantes.

Segundo dados foram cortados R$ 73 milhões  do custeio e investimento das universidades estaduais desde de 2012.

Em Juazeiro, Norte da Bahia, a Uneb informou a nossa redação que houve paralisação apenas de alguns professores, a maioria compareceu ao campus e deu aula normalmente.

A única universidade que não aderiu ao protesto foi a Universidade Estadual de Feira de Santana.

Deixe uma resposta