Programação teatral gratuita, até dia 29, em cidades do sertão do São Francisco

o projeto começou em 2013 e segue oferecendo uma programação totalmente gratuita, sempre investindo nas comunidades e bairros/Foto:Assessoria

o projeto começou em 2013 e segue oferecendo uma programação totalmente gratuita, sempre investindo nas comunidades e bairros/Foto:Assessoria

O mês de maio é de festejo para o teatro petrolinense, pois é nele que a Cia. Biruta comemora o seu aniversário. Festejo precisa de encontros e, por isso, a companhia realiza mais uma edição da Mostra Biruta, que marca os oito anos de atividade do grupo com uma programação gratuita, de hoje (21) até o próximo dia  29 de maio. As ações acontecem em quatro cidades da região, contando com apresentações de cenas, sarau e uma roda de conversa.

O grupo vem investindo na pesquisa dos seus atores, mergulhando na identidade através da Cultura Popular do Médio São Francisco. A mostra vai possibilitar o reencontro com as comunidades que foram espaços de troca entre os pesquisadores e as manifestações culturais, levando as ‘Cenas Ribeirinhas’, fruto da pesquisa. A jornada começa em São José da Mata (21), no município de Orocó, e ainda segue para a comunidade de Jutaí (23), em Lagoa Grande, Ilha do Massangano (25), em Petrolina, e encerra em Coripós (28), Santa Maria da Boa Vista. As apresentações acontecem sempre às 19h.

A Biruta completa seus oito anos nesse momento de “mergulho em sua identidade e de investimento na formação de seus integrantes, dialogando com grupos e pesquisadores do Brasil e do mundo. “Essa experiência vem apontando para as novas perspectivas artísticas do grupo, para elaboração de uma poética e estéticas próprias através de diálogo transcultural, onde voltar o olhar para si é importante e necessário para criação de pontes”, afirma Cristiane Crispim, atriz e produtora do grupo.

Além da visita às comunidades, a mostra investe na discussão sobre o fazer teatral em grupo, em uma roda de conversa que acontece no dia 22, no Cineteatro CEU das Águas, reunindo cinco coletivos de artistas do Teatro Petrolinense para uma conversa sobre a produção local e sua resistência. Completam a programação do cineteatro, o Sarau Poético do Núcleo Biruta de Teatro, às 19h do dia 26, contando com a participação da Banda Fogo no Munturo e Tio Zé Bah, e uma contação de histórias, às 10h do dia 27.

Realizada “na garra” com orçamento próprio da Cia. Biruta e sempre contando com a parceria de outros artistas da cidade, o projeto começou em 2013 e segue oferecendo uma programação totalmente gratuita, sempre investindo nas comunidades e bairros. Essa edição conta com o apoio do Sesc Petrolina e das prefeituras de Lagoa Grande e Petrolina.

Com informações da Assessoria

 

Deixe uma resposta