Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Projeto Chapéu de Palha começa no fim desse mês em Petrolina e Lagoa Grande

As aulas serão realizadas nos finais de semana e funcionará nas escolas públicas municipais e estadual de Petrolina e Lagoa Grande. (Foto: Internet)

O Programa Chapéu de Palha da Fruticultura Irrigada, coordenado pela Secretaria da Mulher de Pernambuco e, em 2018, com as organizações da sociedade civil – FASE, ASA BRANCA, ASIAVAL, CEMAN, IDGE e RENDEIRAS, começa no próximo dia 30 de junho, às 8h.

Ao todo, 990 mulheres e 330 crianças menores de sete anos de idade, filhas e filhos das participantes, devem fazer parte do programa neste ano, que terá a carga horária de 40h. Em Petrolina participarão 810 mulheres – distribuídas em 27 turmas – e 270 crianças; e no município de Lagoa Grande, 180 mulheres e 60 crianças, distribuídas em 06 turmas.

Segundo a organização, o objetivo do programa é apoiar a superação das desigualdades históricas de gênero, gerando oportunidades de participação de mulheres rurais nos processos decisórios e do desenvolvimento sustentável da região mediante oferta dos Cursos de formação sociopolítica e artesanato e formação sociopolítica e produção e beneficiamento de alimentos.

Durante o programa, serão realizadas atividades lúdicas formativas com a finalidade de introduzir conceitos relativos a gênero, raça e etnia, saúde e direitos das crianças e dos adolescentes, utilizado as diversas formas de linguagens e de brincadeiras.

As aulas serão realizadas nos finais de semana e funcionará nas escolas públicas municipais e estadual de Petrolina e Lagoa Grande. A lista com o nome das mulheres e o curso escolhido estará fixada nas escolas.

Ainda de acordo com a organização, “este é o período de Mobilizar as mulheres para garantir a participação de todas e garantir a permanência e continuidade desta importante política para as mulheres da Fruticultura nos próximos anos”.

Programa Chapéu de Palha

As atividades implementadas no âmbito do Programa Chapéu de Palha no período de 2009 a 2017 tiveram foco no desenvolvimento sociopolítico e profissional de mulheres que foram historicamente marginalizadas do acesso a ações que contribuam para a transformação de suas condições de vida.

Nesse período, o Projeto capacitou 48.975 trabalhadoras rurais, de 07 municípios do Sertão do São Francisco e Sertão de Itaparica; atendeu em atividades de recreação 13.520 crianças menores de sete anos; e oportunizou a formação e a contratação de 1.581 educadoras e 1.581 recreadoras sociopolíticas rurais dessa região.

As ações do Programa são realizadas anualmente por meio da oferta dos cursos de formação sociopolítica, com ênfase em gênero, raça, etnia, classe; direitos básicos: saúde, educação, habitação; enfrentamento da violência contra as mulheres; entre outros temas relevantes ao processo de empoderamento; além de cursos de qualificação profissional voltados para a promoção da autonomia produtiva e econômica das mulheres – Artesanato e Beneficiamento de alimentos.

Mais informações através dos contatos de Normeide Farias – Coordenadora Regional da Secretaria das Mulheres de Pernambuco – através do telefone 074-991218575 e Márcia Alves – Representante do Coletivo de Organizações executoras do PCPFI 2018 – pelo número 087-988198183.

Deixe uma resposta