Projeto Dancidade leva espetáculo gratuito para o bairro Quidé nesta terça-feira

(Foto: Divulgação/Ascom)

Levando atividades gratuitas de dança para as comunidades periféricas de Juazeiro (BA), o Coletivo Trippé se apresenta hoje (29) no bairro Quidé. Na comunidade, o projeto Dancidade realiza o espetáculo ‘Janelas Para Navegar Mundos’ e, logo após, uma ‘Conversa sobre dança’. A programação começa às 19h, na sede do Núcleo de Arte-Educação Nego D’água (NAENDA), a Casa da Cultura Jordélio Souza.

O espetáculo que os bailarinos encenam hoje traz como ponto de partida as poesias ribeirinhas. A partir de produções literárias locais, o coletivo construiu coreografias que falam da região do Vale do São Francisco. A conversa que acontece após o espetáculo é uma iniciativa de mediação cultural com a comunidade, um espaço onde o público pode trocar ideias com os artistas.

“A oportunidade de fazer o Dancidade dada pelo Usinas Culturais possibilita uma mediação cultural sobre dança e arte nas comunidades, então esse momento de troca de experiência entre o elenco e o público é fundamental para que ele dialogue com nossas obras”, explica Regiane Nascimento, integrante do coletivo.

Dancidade

O projeto Dancidade foi contemplado no Edital do Programa Usina Cultural da Prefeitura Municipal de Juazeiro, através da SECULTE. Na quinta (31) ainda tem programação, quando será apresentado o espetáculo ‘Tudophone’ no Cine-teatro do CEU, no bairro do Tabuleiro, às 18h.

Sinopse do espetáculo

O que acontece quando nos permitimos olhar? Contemplar o mundo em seus pequenos detalhes é momento de entendimento, de amplitude, de também se enxergar. Após um mergulho nas correntezas que são as palavras dos poetas da ribeira do São Francisco, entregamos em cena o que ficou úmido nos corpos que se propõem poéticos, nesse doce desejo de ser dança. Rasgos, memórias, nuvens, cheiros e um pouco mais do que até então nos habita deságua agora nessas janelas para que você trace sua própria rota de navegação. Viajemos!

Deixe uma resposta