PSB rachado: Gonzaga Patriota não perdoa Miguel e afirma que vai apoiar Odacy Amorim para prefeito

Fernando, Gonzaga, Miguel Coelho, Odacy Amorim

Clima esquenta no PSB e Gonzaga Patriota reafirma racha interno. “A gente tem que respeitar as pessoas e Miguel não me respeitou então não terá meu apoio”

Profundamente magoado com o fato do deputado Miguel Coelho ter lhe tomando o partido em Petrolina, o deputado federal Gonzaga Patriota não o perdoa e reafirmou à nossa reportagem que ele e o deputado Lucas Ramos, que também discorda da forma autoritária com o que o pré-candidato a prefeito do partido foi escolhido, não apoiarão Miguel nas próximas eleições.

“Com certeza estarei num palanque aqui em Petrolina nessas eleições agora de outubro para prefeito e vereadores, certeza não serei candidato, tenho um compromisso com o Lucas Ramos (deputado) que possivelmente não seja candidato porque o nosso partido está com o Deputado Miguel Coelho que é um pré-candidato e que nós não vamos, nem eu nem Lucas, apoiar o Miguel Coelho que nos tomou o partido, ele tomou meu partido, a gente tem que respeitar as pessoas e ele não me respeitou então não terá meu apoio”, desabafou Gonzaga.

Com Miguel fora de cogitação, Gonzaga disse que seu compromisso é com o deputado Lucas Ramos, mas como ele provavelmente não será o candidato, deve mesmo apoiar o nome de Odacy Amorim (PT).

“Dos outros candidatos agente tem Odacy, que disse numa entrevista que possivelmente tenha meu apoio, então dentre esses pré-candidatos eu vejo Odacy com bons olhos por ser um político sério, trabalhador, competente, foi prefeito de Petrolina por dois anos, fez um trabalho bom, então se Lucas não for candidato, dentre os pré-candidatos que a gente tem hoje, a maior possibilidade que eu e Lucas temos é de apoiar Odacy”, disse Patriota.

Um Comentário

  • Gualter Siqueira

    14 de junho de 2016 at 11:01

    votaria em Odacir se não fosse o partido que ele ocupa PT nunca mas ,perdeu meu apoia . Locio nao teve quem lançar lançou o menus apoiado dentro do próprio grupo,o deputado Adalberto votou contra o povo e com certeza e o menos indicado pelas praticas e sobrou Miguel; pai citado( Fernado Bezerra )mas seria uma maneira de unir o grupo coelho que vem rachado a muito tempo e penço eu que teria muito trabalho pra mostra a Petrolina. Irmão ministro e Pai Senador. Petrolina poderia cobrar com força deste candidato caso fosse eleito

    Responder

Deixe uma resposta