PT e PMDB definem suas comissões para impeachment

 

Pmdb e PT (arte: Wellington Farias)

PMDB e PT (Arte: Wellington Farias)

Os partidos da Presidente Dilma Rousseff, do vice-presidente Michel Temer e do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PT e PMDB), respectivamente, já formaram suas comissões.  As legendas contam com maior número de vagas, cada uma conta com oito representantes.

Segundo o  líder do PT na Câmara, Sibá Machado (AC), a seleção dos petistas foi pautada na desenvoltura dos deputados em áreas distintas.

Farão parte da comissão os deputados: Henrique Fontana (PT-RS), Arlindo Chinaglia (PT-SP), Sibá  Machado (PT-AC), José Guimarães (PT-CE), Paulo Teixeira (PT-SP), Wadih Damous (PT-RJ), José Mentor (PT-SP) e Vicente Cândido (PT-SP).

“A experiência da bancada é larga e queremos misturar o perfil dos parlamentares com experiência na área jurídica, que já foram presidentes, como Arlindo Chinaglia, que já foram líderes e quem tem experiência com movimentos sociais, porque o debate também será mais político do que técnico”, disse o petista, destacando que os deputados indicados são “homens de confiança” do partido e do governo.

Ele afirmou ainda que o PT pode abrir mão da relatoria ou presidência da comissão especial e deixar o posto para algum partido da base aliada. Como maiores bancadas da Câmara, PMDB e PT têm a prerrogativa de ficar com presidência ou relatoria do colegiado. “O PT não vai fazer questão da relatoria nem da presidência. Vamos negociar entre os partidos da base aliada”, disse  Sibá.

Já o PMDB tem disputa interna entre aliados de Cunha e da presidente Dilma, uma ala liderada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), defende que a legenda se afaste do governo, enquanto o líder do PMDB, aproximou-se de Dilma durante a reforma ministerial e  defende a governabilidade”.

O critério de escolha dos deputados peemidebistas foi exatamente àqueles que pudessem agir de modo imparcial.

Leonardo Picciani (PMDB/RJ), líder do partido, definiu cinco dos oito nomes que integrarão o colegiado. São eles, os deputados Hildo Rocha (PMDB-MA), João Arruda (PMDB-PR), José Priante Junior (PMDB-PA) e Washington Reis (PMDB-RJ), além do próprio Picciani.

Na terça (8), o colegiado vai eleger presidente e relator.

 

 

Deixe uma resposta