Quadrilha que fraudava Previdência Social em Juazeiro é desarticulada pela Polícia Federal

(Foto: Internet)

A Polícia Federal (PF) deflagrou a operação “Ameaça Fantasma”, que tem como objetivo desarticular uma quadrilha que cometia fraudes fiscais na Agência da Previdência Social em Juazeiro (BA). A PF cumpre sete mandados  de prisão temporária e oito de busca e apreensão nas cidades de Juazeiro (BA), Petrolina (PE) e Sento Sé (BA).

Segundo a PF, o grupo criava benefícios fraudulentos através da inserção de dados falsos no sistema do INSS. Pessoas que sequer existiam, sem cadastro na Receita Federal e em qualquer outro lugar, apareciam como beneficiárias de pensão por morte.

O valor das fraudes chega a aproximadamente R$ 700 mil. Os investigados podem responder por crimes como associação criminosa, estelionato qualificado e inserção de dados falsos nos sistemas de informação da Administração Pública. As penas desses crimes podem chegar até 12 anos de prisão.

“O que a gente comprovou foi a inserção de dados falsos no sistema do INSS, na agência de Juazeiro, e que eram utilizados por pessoas que, na verdade, não existiam para poder obter o pagamento de valores altos de benefícios previdenciários. Eram feitos pagamentos de valores retroativos de benefícios que não existiam e não tinham procedimento administrativo, apenas a inserção desses dados em sistema do INSS”, explicou o delegado Rodrigo Andrade.

Com informações do G1

Deixe uma resposta