Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Reeducandos trabalham no São João de Petrolina

Atualmente, 655 egressos do sistema prisional trabalham no estado. (Foto: Internet)

O São João de Petrolina tem contado com o reforço de reeducandos do livramento condicional e regime aberto atendidos pelo Patronato Penitenciário. Os apenados fazem parte da equipe de limpeza urbana e trabalham na varrição da cidade, limpeza dos focos do forró, manutenção das praças, decoração, paisagismo e pontos turísticos.

A iniciativa faz parte de um convênio assinado entre a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), por meio do órgão de execuções penais, e a prefeitura do município.  A parceria de empregabilidade também é executada pelas prefeituras de Jaboatão dos Guararapes, Olinda e Caruaru.

Os reeducandos trabalham oito horas por dia, de segunda a sexta-feira, e recebem remuneração de R$ 1.295 em Petrolina.

Atualmente, 655 egressos do sistema prisional trabalham no estado por meio de convênios públicos e privados. O órgão exerce as funções de acompanhamento de processos, atenção psicossocial, pedagógica e de inclusão produtiva, com o objetivo de dar novas oportunidades a esse público e diminuir a reincidência criminal.

“O convênio do Patronato Penitenciário com as prefeituras proporcionam um recomeço para essas pessoas excluídas da sociedade e do mercado de trabalho, essa ação permite a elevação desse público à verdadeira cidadania e reduz a condição de vulnerabilidade social”, ressalta Josafá Reis, superintendente do Patronato  Penitenciário.

Deixe uma resposta