Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Ronaldo Silva cobra revitalização do Bodódromo

(Foto: Internet)

Ronaldo Silva (PSDB) voltou a chamar atenção da Prefeitura de Petrolina sobre o Bodódromo, um dos principais polos turísticos da cidade. Na sessão de quinta-feira (11), quando os edis votavam o projeto de Lei que transformou a manta caprina e ovina patrimônio cultural-imaterial, ele cobrou mais investimentos no centro gastronômico.

“Ano passado, em dezembro eu discutia com o ex-deputado Guilherme Coelho que sobraria três milhões de reais de suas emendas. O vereador Zé Batista acompanhou a negociação, dei a ideia que destinasse metade para pavimentação nas vilas do interior e metade eu solicitei para reforma do Bodódromo”, destacou Ronaldo.

De acordo com o vereador, entrou prefeito e saiu prefeito, o Bodódromo nunca passou por uma revitalização, apesar de existirem emendas e recursos disponíveis para tal serviço. “Nessa semana estive na secretaria para saber onde estava o recurso que nós destinamos para reforma. Que a gente possa revitalizar o Bodódromo e outros equipamentos [no bairro Areia Branca]. Não é justo um bairro turístico ainda ter barraco”, afirmou.

O vereador finalizou que além das melhorias na infraestrutura, é importante investir na iluminação e segurança, já que o bairro é uma referência turística da cidade. E sugeriu criar uma lei para que os permissionários do Bodódromo assumam autoridade sobre os espaços utilizados por eles.

Um Comentário

  • Fabio Souza

    15 de abril de 2019 at 17:58

    eu moro no bairro areia branca, e a realidade é que não deveria ser gasto um centavo no bodódromo, sem que os permissionários assumisse uma parte do dinheiro para revitalização, pois os permissionários não varrem, se quer a frente dos seus estabelecimentos, não plantam uma arvore e se quer molham as que lá existe (por enquanto)…enfim esses carrapatos só esperam que a prefeitura (ou nós) faça alguma coisa, não querem gastar com nada, só lucrar, já chega dessa mamata.

    Responder

Deixe uma resposta