Salgueiro enfrenta Sport dentro de casa na estréia do Pernambucano neste domingo

Sérgio China, técnico do Salgueiro (Foto: Emerson Rocha)

O Salgueiro enfrenta o Sport neste domingo (31), às 16h, no estádio Cornélio de Barros, no calor do Sertão, pela primeira rodada do Hexagonal do Título. O Carcará foi o algoz do Leão nas semifinais do Estadual do ano passado.

E para esse reencontro, o Sport não terá em campo o reforço mais caro de sua história. É que a diretoria não conseguiu regularizar a tempo o atacante colombiano Reinaldo Lenis (ex-Argentinos Juniors), que custou cerca de R$ 3,2 milhões ao clube. Pelo mesmo problema, o técnico Paulo Roberto Falcão também não poderá contar com o zagueiro colombiano Henríquez e o atacante Johnathan – ambos iniciariam o confronto no banco de reservas. Em compensação, o meia chileno Mark González e o lateral-direito Maicon (atuará improvisado como ponteiro) tiveram seus nomes publicados no BID e vão para a partida.

Nos últimos três treinos no Recife, Falcão proibiu a entrada da imprensa e fez mistério quanto ao time que pretende mandar a campo. Testava formação alternativas, sem os atletas que aguardavam regularização. “Não é fácil substituir quem vai ficar de fora, mas quem entra tem condições de desempenhar bem a função”, afirmou o comandante leonino.

Sem Lenis, Falcão deve optar por Maicon aberto na direita. O setor ofensivo terá González na esquerda, com Túlio de Melo centralizado na área. O meio-campo será formado por Rithely, Serginho e Everton Felipe. Já o sistema defensivo é exatamente o mesmo da temporada passada, com Danilo Fernandes, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê.

Mais do que os desfalques ou o calor do Sertão Pernambucano, Falcão mostrou preocupação com o estado do gramado do estádio Cornélio de Barros. “Temos que ver como está o campo lá em Salgueiro. O gramado influencia, porque às vezes não permite que uma equipe coloque em prática o seu jogo. Sei que vamos enfrentar campos muito ruins e isso é uma coisa que eu critico muito”, disse Falcão, que fez elogios ao Carcará. “O que eu conheço do Salgueiro é que é o time que tirou o Sport da final do ano passado. Isso é a maior credencial. É um time que precisa ser respeitado por sua qualidade”, completou.

Fonte: JC

Postado por Jean Brito

Deixe uma resposta