“Se a verdade prevalecer, não iremos sair do campeonato”, diz presidente do 1º de Maio

Josué Nascimento, presidente do 1º de Maio. (Foto: Blog Waldiney Passos)

O presidente do 1º de Maio, Josué Nascimento, falou com o nosso blog sobre a expectativa para a decisão final do julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que pode garantir ou retirar a equipe petrolinense da segunda fase da Série A2 do Campeonato Pernambucano.

Segundo Josué, caso o Azulino seja prejudicado com uma eventual decisão desfavorável, será uma “desmoralização para o futebol do Brasil, do estado e da federação”. No entanto, o presidente fez questão de ressaltar que confia no presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, e disse esperar que a federação seja a favor dos clubes filiados que agem corretamente.

“Se a verdade prevalecer e o regulamento tiver validade, nós não iremos sair do campeonato. Não tem quem tire se cumprir o regulamento. Agora, se rasgarem o regulamento, pode ser que o [clube] que tem o menor poder aquisitivo seja retirado”, afirmou.

Além disso, Josué lembrou que os outros clubes da competição já estão prejudicados pela irregularidade do Decisão. Segundo o presidente do Azulino, as equipes contratam os atletas para o período do campeonato, que deveria terminar no início de outubro. “Será que o Decisão vai pagar? Eles estão derrotados desde quando escalaram o jogador irregular”.

No próximo dia 10, o STJD deve julgar se mantém ou retira os dez pontos do Decisão pela escalação irregular de um atleta. O Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco (TJD-PE) retirou os pontos em agosto, mas voltou atrás em nova decisão em setembro, após o clube entrar com recurso.

Deixe uma resposta