Secretaria de Saúde de Juazeiro promove ações em comemoração ao Outubro Rosa

outubro-rosa11A Prefeitura de Juazeiro, por meio da Secretaria de Saúde, promoverá uma programação especial em alusão ao mês de prevenção do câncer de mama, conhecido como ‘Outubro Rosa’. Ao longo da campanha, serão realizadas diversas atividades para conscientizar as mulheres sobre a importância dos métodos preventivos, com a orientação dos profissionais e atividades educativas nas Unidades de Saúde.

No dia 11 de outubro haverá uma palestra com a médica ginecologista Dra. Fabíola Ribeiro para sensibilizar os profissionais da Rede de Atenção à Saúde sobre a importância do diagnóstico precoce do Câncer de Mama no auditória da Secretaria. A programação também orientará o público feminino sobre a prevenção do câncer do colo do útero, com ações nas UBS do município, no dia 26 de outubro, e neste dia também haverá Práticas corporais com a Educadora Física Cinthia Catherine.

Outubro Rosa é um movimento nascido nos Estados Unidos na década de 1990 com o objetivo de estimular a participação da sociedade no controle do câncer de mama. Anualmente, nesta data, eventos são realizados visando conscientizar e melhor informar a população sobre a doença.

Sobre o Câncer de Mama

O câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve na mama como consequência de alterações genéticas em algum conjunto de células da mama, que passam a se dividir descontroladamente. O câncer da mama é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres em todo o mundo, sendo 1,38 milhões de novos casos e 458 mil mortes pela doença por ano, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

De 2007 até hoje, aproximadamente 50 mil exames foram realizados pelo Instituto de Prevenção Ivete Sangalo (Fundação PIO XII) aqui na região, destes,500 casos da doença foram confirmados na microrregião de Juazeiro. Para realizar o exame de mamografia em Juazeiro a paciente é encaminhada para o Instituto Ivete Sangalo ou a Multimagem.

Estatística na Bahia

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que na Bahia 12.530 novos casos de câncer vão acometer as mulheres em 2016, sendo 2.760 de mama e, destes, mil ocorrerão em Salvador. Quando detectado em fase inicial, a doença pode alcançar até 95% de cura. No Brasil, a orientação é começar os exames clínicos entre 40 e 49 anos.

Ascom

Deixe uma resposta