Seduc de Petrolina rebate acusação de ter barrado estudantes de entrar em escola por usar sandálias

A Secretaria da Educação de Petrolina (SEDUC/PE), emitiu uma nota de esclarecimento nesta quarta-feira (16), sobre o fato de alunos terem sido barrados em uma escola do município por estarem usando sandálias  ao invés de tênis.

Confira a íntegra da nota:

A SEDUC é responsável pela política educacional no nosso município e a conduz observando os ditames da Lei e o respeito à dignidade das pessoas, em particular, dos seus alunos. A ordem e a disciplina, tão defendidas por todos, exigem compreensão e sacrifício, especialmente na formação de nossos futuros cidadãos.

Uso dos Sapatos fechado ou sapatilha para os estudantes das escolas municipais

Ficou acordado pela SEDUC, desde 2º semestre de 2015, que em todas as escolas municipais e CMEIS os estudantes devem utilizar o fardamento que é entregue gratuitamente pelo município, aliado ao uso do tênis, sapato fechado ou sapatilha. O acordo foi realizado em meados de setembro, para que todos pudessem instituir a nova regra disciplinar nos seus regimentos escolares já em 2016.

Historicamente o tênis faz parte do uniforme obrigatório, nas escolas brasileiras, justamente por ser a opção de calçado mais confortável e prático para a maioria dos estudantes. No caso do município, são permitidas também sapatilhas e outros calçados fechados, portanto o estudante pode sim aproveitar o calçado que já possui.

 Razões para uso de sapato 

 1º Proteção – proteger os pés de objetos cortantes, entre outros. O uso dos sapatos oferece ainda mais mobilidade para criança nos momentos de brincadeiras;

2º Higiene- Manter os pés limpos e livre de infecções;

 3º Organização- formar nos nossos estudantes o senso de disciplina e organização. Na nossa sociedade muitos jovens e adultos tem dificuldade de se adequar profissionalmente, inclusive usar uniformes e sapatos, uma vez que na sua formação não foram submetidos a tais regras;

 4º Saúde – Evita doenças ao pisar em substâncias contaminadas;

 5º Educação Física   – permite a prática de atividades e as próprias aulas de educação física em melhores condições;

 6º desenvolvimento Corporal, ajuda no crescimento e desenvolvimento dos pés.

 Custos 

Atualmente, e com a chegada de lojas de produtos importados, é possível adquirir tênis, sapato fechado ou sapatilha por um valor simbólico. Em muitos casos a sandália aberta torna-se até mais cara, como afirmou uma mãe no Programa radiofônico local, que comprou sandália por 70.00 reais. Uma das condicionantes para a família carente receber “bolsa família” é manter o dependente na escola. Tais recursos podem inclusive ajudar na aquisição do tênis em substituição a qualquer outro calçado.

Procedimentos de Gestão  

Os gestores escolares estão trabalhando na divulgação da regra desde o 2º semestre de 2015 e já a partir de 2016 passaram a inserir em seus regimentos. Em todas as escolas foram realizadas reuniões de pais e mestres para alinhar tal exigência. Após o prazo dado aos mesmos, os gestores começaram a fazer cumprir o acordo. Importante registrar que num universo de mais de 52.000 estudantes, são pontuais os casos de discordância e, ainda que as comunidades escolares têm se mobilizado para conseguir doar tênis aos que no momento não podem fazer a aquisição, ação que pode ser desenvolvida por todos nós, cidadãos, que tenham condições de ajudar ao próximo.

O uniforme ajuda na assimilação de normas e regras, contribuindo com o aprendizado da organização e da disciplina, indispensáveis para o desenvolvimento da criança.

Confere responsabilidade O uso diário do uniforme cria um distanciamento entre o momento de estudo e os momentos de lazer. “Isso, de certa forma, influencia no comportamento e na responsabilidade”, diz Débora Vaz, diretora pedagógica da Escola Castanheiras.

15 de março de 2016

PMP- SEDUC

Deixe uma resposta