Segundo ensaio aberto de “Sentimentos Gis” acontece nesta terça no Teatro Dona Amélia

(Foto: Divulgação)

O bailarino Cleybson Lima continua o processo do seu primeiro solo, o Sentimentos Gis, e mais uma vez abre espaço para contribuições do público em um ensaio aberto. A apresentação acontece amanhã, terça (24), no Teatro Dona Amélia, às 20h, dentro da programação do projeto Janeiro Tem Mais Arte.

A proposta do bailarino é pesquisar um corpo cênico a partir das discussões de gênero, tendo como mote a figura da travesti/transexual. Os ensaios abertos funcionam como um espaço para que o artista, durante o seu processo de criação de cenas e coreografias, possa experimentar suas ideias junto com o público e ter um retorno do que está funcionando. Essa ação integra o projeto de montagem do solo, financiado pela FUNARTE, através do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2015.

O espetáculo, que está com estreia prevista para fevereiro, tem direção de Thom Galiano, dramaturgia de Lennon Raoni e trilha sonora original concebida por Luisa Magaly. Completam a ficha técnica, Fernando Pereira na criação e execução de iluminação, Hebert Junior no designer gráfico, Nilzete Miranda na produção e a recifense Maria Agrelli assinando o figurino.

Cleybson Lima

É bailarino atuante desde 2006 na cena da dança de Petrolina (PE) e produtor cultural desde 2010, foi integrante da Cia. Balançarte e do Coletivo Trippé, atualmente no elenco  da  Qualquer um dos 2 Cia. de Dança, Cia. de Dança do Sesc Petrolina, Coletivo de Quarta (artes integradas) e o Coletivo Experiment’Ai.

Começou sua trajetória individual com questões de gênero em 2012 com o trabalho E SE VOCÊ FOSSE?, aprovado no Quarta que Dança, e um videoarte homônimo. O segundo trabalho SE QUISER PODE MUDAR?, em 2014, fez um vídeo experimental com o nome Sentimentos Gis, que faz parte da pesquisa do solo de mesmo nome, aprovado no Prêmio Klauss Vianna de dança 2015. Agora, está se licenciando em Educação física pela UNOPAR Petrolina.

Deixe uma resposta